Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

Direto do Set da 3ª Temporada – Doug Fick (Diretor de Arte)

Publicado há

em

A AMC continua sua série de entrevistas no set da terceira temporada com a talentosa e criativa equipe de The Walking Dead em uma conversa com o diretor de arte Doug Fick sobre como ele aumenta o fator medo nas filmagens e por que os zumbis são mais aterrorizantes que vampiros.

 

P: Você criou os cenários para as temporadas 1 e 2 de The Walking Dead. Como é comparando com a terceira temporada?

R: A primeira temporada foi caótica. Nós estávamos trabalhando em uma escala muito grande… ano passado nós só estávamos na fazenda e na flores, então não construímos muitas coisas, e aí este ano têm tido grandes prédios basicamente. É um show a parte tudo junto… Eu acho que este ano tem sido o mais desafiante até agora.

P: Qual foi a mais divertida?

R: Esta tem sido a mais divertida. Tem sido um grande ano assim. O processo ocorreu sob os cuidados de dois designers de produção. Greg Melton, que foi nosso designer de produção na primeira metade da primeira temporada e todo o ano passado, começou o processo antes de nós terminarmos aquele ano. Ele começou explorando e começando com trabalho conceitual… e aí Graham “Grace” Walker entrou nessa e nós começamos a trabalhar imediatamente no fim de Janeiro, comecinho de fevereiro e começamos a construir quase que imediatamente. Então nós mal estávamos planejando o design e já seguíamos com o processo de construção.

P: Vocês estão construindo um dos principais cenários num lote do estúdio. Quais são os desafios aí?

R: Boa parte do processo foi guiada por uma espécie de realidades do local que nós temos aqui no estúdio, a qual é realmente trivial, construções em estandes de metal que não são tão ruins e particularmente não são ostensivas. Então nós temos apenas que ajustar a nossa realidade. Nós não poderíamos cobri-las completamente e no meio do caminho lidar com o que consideramos (no set) como uma coisa envolvida o tempo todo, então aquilo que foi parte que era muito antigo, talvez do começo do século 20, e partes novas que tinham sido construídas ao longo dos anos, talvez nos anos 70 e 80.

P: O quão importante é tentar aumentar o fator medo nos cenários?

R: Isso foi uma espécie de prioridade… Então nós tivemos que ampliar a decadência das coisas. Psicologicamente isso faz mais sentido a partir do momento que há um apocalipse zumbi. Nós meio que avançamos rápido na decadência é o que conta… Nós também temos criado uma espécie de espaço conectivo como um salão de entrada e uma sala de caldeira em particular é provavelmente nosso melhor cenário desse tipo que são assustadores e neles temos um monte de coisa nos cantos que assustam. Existem várias maneiras do ângulo da câmera e a iluminação que podem acentuar o fator medo.

P: Vocês estão filmando 45 dias numa pequena cidade da Georgia. Isso é muito…

R: É bastante e as pessoas tem sido muito compreensivas com isso. Tem sido no geral uma boa coisa para a cidade. Nós temos trazido muitos negócios e temos sido bons vizinhos e tentamos ser leais com as pessoas que vão ser envolvidas no processo.

P: Você trabalhou em “The Vampire Diaries”, então diga honestamente: o que são mais assustadores? Vampiros ou zumbis?

R: [Risos] Eu acho que zumbis são inerentemente mais [assustadores] porque via de regra todo mundo se torna um. Você não pode escapar dessa sina. Eu acho que a ideia de você perder sua consciência pra mim é realmente aterrorizante… e eu acho que existe um quê de sensualidade nos vampiros que não existe nos zumbis.

P: Então vocês não tentarão deixar os zumbis mais sexy em TWD?

R: Eu acho que quando fizermos isso, teremos chegado ao fundo do poço.

P: Como um designer de cenários, o que você pensaria para criar um abrigo anti-zumbi?

R: Veja, eu colocaria isso em uma ilha. Isso ia ser a primeira coisa que eu faria. Eu acho que seria a melhor proteção, embora eu acho que eles possam flutuar.


Fonte: AMC
Tradução: Caparroz / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA