Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

Andrew Lincoln fala sobre o surpreendente final da midseason

Publicado há

em

E a batalha começou. Rick Grimes e companhia se infiltraram em Woodbury no final de midseason no domingo passado, e se você não quer saber mais a respeito disso, então eu sugiro que você pare de ler agora.

(ALERTA DE SPOILER: Pare de ler imediatamente se você ainda não assistiu ao episódio passado de The Walking Dead)

Não apenas os dois lados saíram em batalha, mas o episodio também mostrou o retorno de Jon Bernthal como Shane, que apareceu como manifestação da imaginação de Rick durante a luta. Nós falamos com o homem que interpreta Rick, Andrew Lincoln, sobre a visita a Woodbury, lugar que ele e o ator Norman Reedus apelidaram de ‘Woodbury 90210’, sobre suas brincadeiras com o ator que interpreta o Governador, David Morrissey, e sobre o super secreto retorno de Shane.

Então, você finalmente visitou Woodbury 90210. O que você achou do lugar?

Eu odiei. [risos] Eu não consigo evitar. É engraçado porque toda vez que Norman e eu temos que graver por lá, nós ficamos tipo “Aff, eu odeio esse lugar!” Eu amo a prisão. Eu amo a sujeira. Eu amo o fato de nós nunca a termos limpado. Eu sei lá, tem algo errado com aquele lugar. Foi ótimo sair atirando por lá. Nós levamos isso até eles. Estávamos em desvantagem numérica, mas nós levamos a batalha até eles. Mas foi estranho porque David e eu – nós ainda não nos encontramos nessa temporada. Ele me manda mensagens de texto o tempo todo quando não estou lá, só pra dizer algumas coisas. E nós ficamos mandando mensagens do tipo “Saia da minha prisão! Deixe meus amigos em paz. Tira suas esquisitas mãos britânicas de cima do meu amigo.” É esse tipo de coisa que rola. Então é bem legal.

Sim, Rick e o Governador ainda não compartilharam nem uma cena até o momento.

Pois é! É meio hilário ver que tudo isso já aconteceu. Mas é isso que eu amo da estrutura como um todo, usar algo completamente fora da HQ – os dois irmãos – como a chave central, uma maneira esperta de conectar esses dois mundos, maneira que ninguém imaginaria. E também ter Merle sendo guiado pelo instinto familiar foi ótimo. É uma ótimo dinâmica para Merle, porque todos já pensam ‘Ah, eu sei como ele é.’ E aí você percebe que a motivação dele é similar à de seu irmão mais novo, que provavelmente é verdadeira, certo? Mesmo que você não tenha o melhor relacionamento, você mesmo assim ia querer acha-lo.

Claro, o maior choque de todos talvez tenha sido o retorno de Jon Bernthal como Shane – ou pelo menos a alucinação de Shane que Rick teve. Como foi ter Jon de volta?

Cara, é sempre um prazer ter ele aqui. Ele é ótimo, um grande homem e um grande talento, e eu adoro ele. Ele é como um irmão e foi tão estranho vê-lo ali- e também bem familiar. E foi muito tocante. Ele voltou e estava participando do filme de Scorsese [The Wolf of Wall Street]. Eu pude vê-lo e ele foi muito respeitoso, ficava esperando e nos deixando trabalhar, sem ficar interferindo, ficou assistindo. E eu vi que ele estava se coçando para ajudar, e disse “Jon, eu preciso treinar falas para isso aqui.” E ele veio para o set e ele não deveria estar trabalhando aquela noite, e de repente ele disse “Certo. Eu apenas voltei. Eu não deveria trabalhar hoje.” Então ele mudou e nós começamos a fazer a cena. Ele só deveria gravar no dia seguinte.

E foi estranho porque Laurie Holden disse a ele “Como está sendo? Você está vivendo um sonho. Você está trabalhando com Scorsese.” E ele disse “Este aqui é o sonho. Esta é a melhor atmosfera em set na qual eu já trabalhei.” E foi incrível. Sarah [Wayne Callies] disse a mesma coisa. É uma família extraordinária, de verdade. Somente no meu trabalho eu posso ficar matando meu amigo. Essa é a terceira vez que matei Jon. Bom, na verdade é a segunda, mas eu gosto de pensar na outra como uma morte por meio da família, por meio do meu filho. Somente nesse emprego maluco eu posso ficar trazendo pessoas de volta da morte por meio de minha imaginação – e atirar neles de novo.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA