Siga-nos nas redes sociais

AMC+

AMC+ | Streaming do Universo The Walking Dead será lançado no Brasil

De acordo com Alejandro Kember, a AMC Networks planeja o lançamento do streaming AMC+ no Brasil ainda no primeiro semestre de 2023.

Publicado há

 

em

Montagem com os pôsteres das séries The Walking Dead, Fear the Walking Dead, The Walking Dead: World Beyond, Tales of The Walking Dead e a logo do streaming AMC+.

Ano novo, streaming novo. A AMC Networks está preparando o lançamento de seu streaming, o AMC+ (AMC Plus), na América Latina, e o Brasil será o primeiro país a receber a plataforma.

Alejandro Kember, vice-presidente de distribuição para a América Latina da AMC Networks, falou com Television.com.ar em Novembro sobre o lançamento do streaming.

“Nosso principal objetivo é o lançamento do AMC+. O Brasil será o primeiro território na América Latina a recebê-lo e esperamos lançá-lo em todo o território ainda no segundo semestre”.

Além disso, Kember contou como será a proposta da plataforma: “A proposta que ele terá são quatro pilares de conteúdo bem claros. Um é o AMC, outro é o Jagger, outro é o Under e o quarto é conteúdo de Anime. Vamos lançar conteúdo de Anime de excelente qualidade, pois também é um mercado muito requisitado”, finalizou.

Normalmente, o serviço custa $8,99 (R$48 se for convertido diretamente) por mês nos EUA. Também está disponível como uma assinatura anual, que normalmente custa $89,99 (R$472).

A plataforma contará com todas as séries do Universo The Walking Dead já lançadas: The Walking Dead, Fear the Walking Dead, The Walking Dead: World Beyond e Tales of The Walking Dead (confira aqui onde assisti-las online atualmente). Além de, claro, também será a casa dos novos spin-offs da franquia: The Walking Dead: Dead City, The Walking Dead: Daryl Dixon e The Walking Dead: Rick e Michonne.

Outra aposta do streaming é a construção do Universo Imortal, com “As Crônicas Vampirescas” e “As Vidas das Bruxas de Mayfair”, de Anne Rice.

Ainda não há data oficial para o lançamento do AMC+ no Brasil, mas isso deve acontecer ainda no primeiro semestre de 2023.

Publicidade
Comentários