Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Aaron Munoz fala Sobre sua Participação Especial na Série

Publicado há

em

Aaron Munoz (Tony) e Michael Raymond-James (Dave) fizeram uma participação especial no episódio 2×08 – “Nebraska”. O Daily Dead teve a chance de conversar com Aaron que interpreta Tony, e perguntou sobre o processo de audição, seu interesse em terror, e seu trabalho com Andrew Lincoln.

 

Você pode contar à nossos leitores um pouco mais sobre você e sua carreira de ator?

Aaron Munoz: Eu comecei fazendo comédias de improvisação (stand-up), almejando me tornar o próximo Chris Farley. Enquanto eu estava no “Columbia College Chicago” e estudando na “Second City” eu comecei realmente a gostar de atuar. Eu fiz muito teatro desde então e nos últimos anos tive a sorte de fazer mais trabalhos na TV. Eu despedi MosDef de uma apresentação no CADILLAC RECORDS e tive algumas citações no circuito do festival de filmes.

Como você se envolveu com The WalkingDead? Foi uma oportunidade que você recebeu ou você passou por uma seleção? Como foi o processo de audição (seleção)?

Aaron Munoz:
Eu passei pelo processo. O processo de audição mudou muito e eu me reservei em meu ‘estúdio’ no quarto de hóspedes. Meu agente me mandou a fita e uma semana depois eu estava nas gravações.

Antes de participar da série, você era fã de seriados de TV? Você também era familiarizado com a série em quadrinhos?

Aaron Munoz:
Eu era um grande fã da série. Eu assisti toda a temporada passada e acho que foi muito bem produzida. Eu sabia dos quadrinhos, mas não havia lido até a audição.

Você é fã de filmes de terror em geral? Quais são os seus filmes de terror/zumbi favoritos?

Aaron Munoz: Cresci vendo os filmes da série A hora do Pesadelo – O Freddy sempre me assustou e me intrigou, também sempre gostei de Halloween. Eu sempre estava com latex e outras coisas na cara. Trabalhar com Greg Nicotero me fez ser criança denovo.

Eu acho que a cena do bar foi muito bem escrita. Em pouco tempo, a audiência mostrou que aqueles personagens causariam problemas se retornassem ao acampamento. Você pode contar um pouco mais sobre as filmagens daquela cena?

Aaron Munoz: Nós filmamos por alguns dias de setembro. O diretor, Clark Johnson, realmente trabalhou duro para fazer a cena no tom correto. Esses caras são perigosos – o mundo é. Nosso trabalho como atores não foi nos dado para acabar tão cedo.

Alguma coisa foi mudada/improvisada ou tudo foi exatamente como era no roteiro?

Aaron Munoz: Sempre se reescreve para TV, mas a cena essencialmente permaneceu a mesma desde o primeiro rascunho.

Como foi passar seu tempo com Andrew Lincoln e os outros membros do elenco no set? Foi difícil manter sua morte em segredo daqueles que sabiam que você estava gravando a série?

Aaron Munoz: Todos eram muito legais. Scott (Hershel), Steven (Glenn) e Andy (Rick) estavam entusiasmados para contracenar com a nova galera que estava chegando – assim como toda a equipe. É um set fantástico para se trabalhar. Eu tinha um número de amigos que eram fãs, e eu realmente tentei manter minha morte em segredo. Minha família e esposa sabiam o que aconteceria, mas eu não entrava muito em detalhes – qual é a graça nisso, certo?

Com sua participação no seriado The WalkingDead completa, você pode nos dizer qual será seu próximo trabalho?

Aaron Munoz: Eu voltarei as minhas raízes cômicas e trabalhar em alguns curtas de comédia. Procure-os no “Funnyor Die” em alguns meses. Eu também estou produzindo e atuando numa versão de Romeo e Julieta com dois homens para o Fringe Festival de NY. Não há nada como uma Julieta de 110Kg! Leitores podem manter contato comigo no meu site oficial, aaronmunoz.com e me seguirem no [email protected]stogiemunoz.


Fonte: Daily Dead
Tradução: @ahsefordeu / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA