Siga-nos nas redes sociais

HQ

5 Coisas que a Série Pode Aprender dos Quadrinhos

Publicado há

em

Robert Kirkman, o co-criador da HQ, é um dos produtores executivo ativo por trás das cenas da série de TV, ele quer manter os dois de alguma forma separados (os leitores iriam odiar saber cada movimento antes de serem feitos na TV), mas a série  deveria pegar emprestado um pouco mais da história dos quadrinhos.


O novo showrunner Glen Mazzara revitalizou a força da série nos dois últimos episódios, sua primeira vez no controle, mas tem tanto que a série de TV poderia e deveria explorar para manter as coisas interessantes. Eu apresento o top 5 dessas coisas:

1. Adicionar Michonne
A badass que empunha a katana – um dos destaques dos quadrinhos de The Walking Dead – seria um estímulo bem-vindo para a série de TV. Aonde Michonne vai zumbis morrem de formas lindamente impecáveis. Ela não é um membro dos sobreviventes originais e, considerando o quão perigosa ela é, iria provocar alguns muito-precisados conflitos (além do triângulo cansativo de Shane/Rick/Lori) na série. No entanto, os escritores deveriam evitar encher demais a cabeça dos espectadores com os problemas de confiança do grupo semana após semana. Rick precisa de um aliado e a série de TV “The Walking Dead” precisa da Michonne. (Somado que Michonne é necessária caso a série siga a história do Governador… mas isso é toda uma outra história, estou certo fanáticos dos quadrinhos?)

2. Manter o perigo, ter mais coragem
O zumbi no poço (vocês lembram: o cara que explodiu no meio) foi um toque bem nojento que também foi muito bem-vindo. Mantenham isso. Tragam os canibais, as amputações sangrentas e os caras geralmente repugnantes. Zumbis não são o único perigo lá fora em mundo pós-apocalíptico. Os dois primeiros episódios da segunda metade da temporada foram um grande passo nessa direção e esperançosamente isso irá continuar. Também, por favor, deixem Andrea ser mais como a carregadora do rifle badass dos quadrinhos. Shane não deveria ter que ser o único herói, e Laurie Holden é capaz de interpretar
isso – façam isso logo!

3. Deixem eles matar…
A série não deveria evitar que os personagens que nós conhecemos e amamos matem pessoas – isso pode fazer com que nós os amemos ainda mais. Ter longas conversas não resolve todos os problemas, e Rick começou a seguir esse caminho. A arma foi sacada– agora deixem que comece o crescimento dos personagens!

4. E serem mortos
Rumores dizem que alguns dos nossos cansados sobreviventes vão morrer logo (sim, mais de um!), e isso é tão insanamente legal. Chega de mortes sem rosto – se o mundo realmente foi pro inferno, representem isso. Tragam novos personagens, desenvolvam os personagens restantes e refresquem as coisas.

5. Ser horripilante
Nos quadrinhos, Carol era uma mulher louca que me deixava desconfortável toda vez que ela estava em cena. Viver cada dia como se fosse o último vai começar a deixar as pessoas perturbadas, mas nós não estamos vendo o mínimo suficiente disso com os personagens na TV. O Governador, um desafio proeminente nos quadrinhos que foi responsável por várias mortes e destruição, era um maníaco que assustava verdadeiramente essas pessoas, incluindo Rick e Michonne. Forçar os limites da TV a cabo e dos espectadores da série é do que “The Walking Dead” é feito.


Fonte: Huff Post
Tradução: Lilian Woytko / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA