Siga-nos nas redes sociais

Entrevista

[WDBr Entrevista – Elenco] Keisha Tillis (Mulher do Morgan)

Publicado há

em

hey, galera! Batemos um super papo com a simpática Keisha Tillis, atriz que vive a “dead” Mulher do Morgan, no episódio piloto da série. Keisha nos fala um pouco sobre como foi viver na pele de um zumbi, sobre as gravações da primeira temporada e o que podemos esperar da segunda!

– Inglês –

WalkingDeadBr: We don’t know much about the past of “Morgan’s Wife”, but we definitely want to find out. How was to do a zombie character? Was your first experience in this line?

Keisha Tillis: It was great, lot’s of oh’s and aw’s when I walked out on set! Yes it was my
first Zombie character.

WDBr: Through the comic, we could notice that your character is not remembered, but her absence is noted. In the drama you have a great participation, even in the pilot episode. Are we going to see a bit more of Keisha Tillis in The Walking Dead?

KT: Well you know how we do it, we like to keep the audience thinking! I am still walking, so I can come to haunt you at anytime. Or, who knows with the fascinating minds of our writers you may see me as a human! Just keep watching. Thank You for being such BIG fans of the walking dead!

WDBr: How was the way, the process to construe “Morgan’s Wife”?

KT: The preparation emotionally to prepare for this role was not very hard. The reality of the set, and all other things to be considered, was a very simulating atmosphere for me as and actor living Morgan’s Wife.

WDBr: How is to be in a scene with innumerous people acting like living deads? It was scary?

KT: It was bananas, and it was fantastic! I often give the illustration of Micheal Jackson, when he did the video Thriller, it kinda felt that way!!

WDBr: Comparing to others zombies in the drama, your character had less makeup. How is the development of the appearance of each zombie? It is call from the director or the makeup artist?

KT: I believe the Director wanted to create a certain response from the audience. Even the way the make-up was planned to the amount of gore for my character was brilliant. I have two names, Frank Darabout and Greg Nictero. That is what happens when you combine the elements of talent, experience, and genius.

WDBr: What is your best memory during your participation in the drama?

KT: The first time I walked out on set. It was the awesome energy of my fellow zombie friends that help me reach the climax of reality for my scene. When we shot that scene of me walking down the street with the other zombies, the sun was out. When Frank yells action, this bizarre thing happens; the sky turns gray, and the wind begins to blow and pick up. True story! If you look closely at some of the photos taken of that scene you will see my night gown blowing in the wind! That it what I call perfection, all the elements of this moment working for us! That had to be one, that was most memorable for me.

WDBr: From your works, what is the most important in your career? Why?

KT: I would have to say The Walking Dead being top because of the intensity created around my character with no dialog. I will also have say Locked Up Abroad which is a show I filmed for the National Geographic Station which is soon to air.

WDBr: In one sentence, how would you describe living in a post-apocalyptic world?

KT: Dangerous and very sobering, considering the next moment can be your last!

WDBr: What do you expect for the second season?

KT: Ten times better and more from what we got from the first. More guts, gore, love, suspense, comedy, and crazy adventure!

WDBr: For last, but not less important: could you please send a “hi” to your Brazilians fans, by video or a photo and recommend the best Brazilian fan site of “The Walking Dead” (www.walkingdeadbr.com)?

KT: Hellooo… Im giving a shot out to my hot Brazilian Fans… You all Rock… Thank you all so much for supporting “The Walking Dead” the show is awesome!! The success has been phenomenal. I’m so exited about season 2. I know you all can’t wait to see what happens. Enjoy and eat as much flesh as possible…

WDBr: Thank you for the interview, Keisha! In Brazil’s wish you much success!

– Tradução –

WalkingDeadBr: Ainda não sabemos muito sobre o passado da “Mulher do Morgan”, mas sem dúvidas queremos descobrir. Como foi encarar o papel de uma zumbi? Essa foi sua primeira experiência no gênero?

Keisha Tillis: Isso foi ótimo, teve um monte de oh’s e aw’s quando eu andei fora do set! Sim esse foi o meu primeiro personagem zumbi.

WDBr: Ao longo dos quadrinhos, nos podemos observar que sua personagem não é lembrada, mas sua ausência é sentida. Na série você ganhou grande participação, mesmo que apenas no episódio piloto. Será que ainda vamos ver um pouco mais de Keisha Tillis em The Walking Dead?

KT: Bem você sabe como fazemos isso, nós gostamos de manter a audiência pensando! Eu continuo andando, então eu posso vir te caçar a qualquer momento. Ou, quem sabe com as mentes fascinantes de nossos roteiristas você me veja como humana! Então continue assistindo. Muito obrigado por serem GRANDES fãs de the walking dead!

WDBr: Como foi o caminho, o processo para interpretar a “mulher do Morgan”?

KT: A preparação emocional para esse papel não foi muito difícil. A realidade do set, e todas as outras coisas a serem consideradas, foi muito estimulante para mim como atriz e vivendo a esposa de Morgan.

WDBr: Como é participar de uma cena com inúmeras pessoas fazendo papel de mortos vivos? Foi amedrontador?

KT: Isso era bananas, e foi fantástico! Eu raramente dou a ilustração de Michael Jackson, quando ele fez o video de Thriller, mas tipo me senti daquela maneira!

WDBr: Em comparação a outros zumbis da série, sua personagem possuía pouca maquiagem. Como é feito o desenvolvimento da aparência de cada zumbi? É escolha do diretor, do maquiador?

KT: Eu acredito que o diretor procura criar uma certa reação da audiência. Até mesmo a forma como a maquiagem foi planejada para a quantidade de sangue para a minha personagem foi brilhante. Eu tenho dois nomes, Frank Darabont e Greg Nictero. Isso é o que acontece quando você combina os elementos de talento, experiência e genialidade.

WDBr: Qual sua melhor lembrança durante sua participação na série?

KT: A primeira vez que eu andei no set. Foi a maravilhosa energia do meu lado zumbi que me ajudou a chegar no climax da realidade na minha cena. Quando nós gravamos aquela cena aonde eu andava pela rua com os outros zumbis, não havia sol lá. Quando Frank disse “ação!”, essa coisa bizarra aconteceu; o céu se tornou cinza, e o vento começou a ficar forte. É verdade! Se você reparar em algumas fotos tiradas daquela cena você verá meu vestido de noite levantado pelo vento! Isso que eu chamo de perfeição, todos os elementos do momento nos ajudando! Isso teve que ser um, e foi o mais memorável para mim.

WDBr: Dos trabalhos que você já fez, qual o mais importante na sua carreira? Por quê?

KT: Eu teria que dizer que The Walking Dead está sendo top por causa da intensidade criada ao redor da minha personagem, que não tem diálogo. Eu teria que dizer também sobre Locked up Abroad, que é um show que filmei para o National Geographic Station que estará no ar em breve.

WDBr: Em uma frase, como você descreveria viver em um mundo pós-apocaliptico?

KT: Perigoso e moderado, considerando que o próximo momento pode ser o seu último!

WDBr: O que você espera para a segunda temporada da série?

KT: Dez vezes melhor e com mais daquilo que chegamos na primeira. Mais agonia, amor, suspense, comédia e loucas aventuras!

WDBr: Por último mas não menos importante, você poderia por favor enviar um “oi” para seus fãs brasileiros, por envio de um vídeo ou uma foto e recomendar o melhor fansite brasileiro (www.walkingdeadbr.com)?

KT: Olááá… Estou dando uma novidade para meus fãs brasileiros… Vocês todos são maravilhosos… Obrigado por todos vocês pelo apoio à “The Walking Dead”. O seriado é muito legal!! O sucesso tem sido fenomenal. Estou tão animada pela segunda temporada. Eu sei que todos vocês mal podem esperar para ver o que vai acontecer. Apreciem e comam tanta carne quanto conseguirem…

WDBr: Obrigado pela entrevista, Keisha! Nos do Brasil te desejamos muito sucesso!


Créditos: @xfaels e @panz_e_pimba
Tradução: John e Mel / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA