Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

Steven Yeun diz que Glenn “é um líder” na 5ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Conversar com Steven Yeun é sempre uma experiência esclarecedora. O cara tende a ser bastante atencioso e sincero quando fala de The Walking Dead. Claro, o Entertainment Weekly conversou sobre todas as coisas que já são de se esperar, como o que veremos de Glenn na próxima temporada. Yeun tem muito a dizer sobre tudo isso (como o título acima sugere). Mas ele também gosta de desviar a conversa para outras direções, e elas são sempre interessantes. Então, continue a ler para saber que Yeun não falou só sobre a série, mas também sobre a reação do espectador, e o que será necessário para que The Walking Dead continue a ser um programa viável e vital.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Vamos começar falando sobre o que vimos no trailer da 5ª temporada. Como é que Glenn se sente sobre a missão de Abraham de ir para Washington DC e curar a praga de zumbis? Ele concorda com esse plano?

Steven Yeun: Temos que ver. Acho que o primeiro plano de ação é ver se eles realmente conseguem sair de Terminus. Há muitos perigos por aí, e acho que isso ainda é algo para se ter em mente. Eu diria que a mentalidade de Glenn é a mesma de antes, da última temporada, é que, quando a coisa foi proposta… Eu acho que ele vê isso como a possibilidade de resolver tudo. Ele vê isso como a oportunidade de ter uma vida. Eu sei que, no início da 4ª temporada, a preocupação de Glenn era ter um bebê. O pensamento de ter um filho ou criar uma criança neste mundo… Eu tenho certeza que ele gostaria de fazer isso, mas é aterrorizante. Porém, se ele puder corrigir este mundo, então ele poderá viver essa vida. E se conseguir consertar esse mundo, então haverá uma série de outras questões para enfrentar, que são: O quão fundo você foi neste mundo selvagem? E você é capaz de sair disso para viver em um mundo normal – ou tão normal quanto possível? E acho que isso é algo que Glenn também está lutando muito contra. Ele é muito esperançoso em relação a humanidade, e acho que isso é parte do que o impulsiona para corrigir/ajudar a consertar a situação, se ele sair de Terminus.

Dê-nos a atualização de status de Glenn e Maggie. Como eles estão, como um casal?

Steven Yeun: Acho que estão firmes. Acho que eles estão fortes. Eu acho que nada realmente vai ficar entre os dois. Acredito que estabelecemos isso muito bem em sua jornada na última temporada. E que a jornada também os fortaleceram individualmente; a ideia de procurar a humanidade, de se segurar na esperança de que, apesar de todas as dificuldades, pode haver salvação. Se a meta no ano passado foi de fazer o impossível para encontrar sua amada, no que foi provavelmente a situação mais perigosa e mais impossível, e eles conseguiram isso – então, quero dizer… o que eles não podem fazer, sabe? E acho que tem sido realmente uma grande lição de crescimento, para ambos e também individualmente.

Glenn-Rhee-The-Walking-Dead-5-Temporada-Personagens-HQ-001

O que mais você gostaria de dizer sobre Glenn nesta temporada?

Steven Yeun: Eu sempre menciono às pessoas que ele está no rumo para se tornar um líder. E não acho mais que esteja no rumo para se tornar um líder – ele é um líder. Acho que ele é agora uma pessoa que ouve e valia grandes questões. Ele é ouvido, é respeitado no grupo. Ele mostrou seu bom senso e sua capacidade de resistência. Quero dizer… ele foi quase morto a cada temporada e, de alguma forma, ele conseguiu sobreviver. E acho que isso é uma prova de quem ele é e o que ele se tornou. Então no momento em que estamos agora, enquanto eles estão neste vagão de trem, Glenn é alguém que definitivamente pode ser visto como um líder.

Conte-me sobre ter o grupo reunido novamente, depois de ter sido dividido em grupos bem menores na última metade da temporada passada.

Steven Yeun: Você sabe… isso vem com suas próprias dificuldades, em termos de – se você estiver pensando a partir do ponto de vista de um ator – ter tantas pessoas para cobrir as histórias. Mas, é incrível. Você está lidando com tantas personalidades diferentes e tantas pessoas. É sempre bom ter o grupo junto. Parece mais natural na nossa série quando são os O.G.s, sabe?! Não quer dizer que as pessoas novas não são ótimas – elas são fantásticas. Mas dá uma sensação boa, e parece que a estrutura do grupo está fortalecida quando isso acontece.

Sabe, eu vejo Glenn como o tipo de pessoa que realmente acolhe as novas pessoas de uma maneira bastante regular. Acho que Glenn é geralmente a primeira pessoa a entrar em contato com quem está chegando, na maioria das vezes. E acho que é algo que tem sido muito bom, ser capaz de ter essa responsabilidade, mas também de ter a alegria de trazê-los para o vínculo do nosso grupo original. E, à medida que cresce, torna-se cada vez mais emocionante.

Vocês estão de novo em movimento, filmando em locações muito mais agora, ao contrário de quando vocês estavam no set da prisão, ou na fazenda de Hershel. Como tem sido essa experiência para vocês, especialmente com fãs por perto e tentando vê-los de relance? Isso pode representar desafios, mas também pode ser divertido.

Steven Yeun: [Risos] Com certeza. Você tem nos acompanhado desde o início, e tenho certeza que tem uma perspectiva única sobre tudo e eu ficaria curioso para saber como você se sente. Mas tem sido uma jornada selvagem, e, francamente, às vezes, quando vejo os fãs esperando por nós, eu fico chocado, sabe… Ainda dá a sensação de que é a nossa pequena série. E quando você vai para a Comic-Con e vê que se tornou essa coisa enorme e às vezes não consigo realmente compreendê-la. Mas para mim, quero que os fãs se surpreendam. Eu não quero que nenhum spoiler seja divulgado, e não quero que as coisas estejam no ar. Ou até mesmo discutir sobre o assunto. Eu só quero que as pessoas vejam e apenas fiquem chocadas com o que estão assistindo.

Mas, se mudar para um novo território é sempre uma alegria. A nossa primeira temporada, a beleza disso foi que a Geórgia tornou-se um personagem. Tornou-se parte do elenco. E a segunda temporada foi um pouco menos disso, e a terceira temporada e assim por diante, mas agora nós realmente nos aprofundamos no que a Geórgia tem para oferecer, e realmente sentimos a vibe desta paisagem. E isso é sempre divertido porque lhe dá algo a mais para trabalhar.

Glenn-Daryl-The-Walking-Dead-5-Temporada-S05E01-No-Sanctuary-HQ-001

O showrunner Scott Gimple sempre diz que ele vê a série como ciclos de oito episódios. Um ciclo pode ter um pouco mais ação, e outro pode ser mais introspectivo e pensativo. Ele disse que, logo de cara, este próximo ciclo será muito louco. O que você pode dizer sobre isso?

Acho que estamos ainda dedicados ao nosso estudo de personagem. Ainda estamos dedicados às histórias que estamos contando com essas pessoas. Sabe… vou me desviar um pouco – Eu ouço a palavra “fod*o”, e eu ouço as pessoas falando quem é durão e quem não é, e quem vai sobreviver, quem você quer que viva e quem você não quer. E sei que às vezes nós dizemos algo como, “ninguém está seguro”, e isso é verdade – ninguém está seguro – mas, em última análise, não é isso o que define a nossa série. E sei que você sabe disso, e sei que um monte de gente sabe disso.

Mas, então, às vezes eu fico desanimado quando ouço algumas pessoas dizendo algo como “Ei, esse cara é muito fod*o, por que não é mais assim?” Ou algo como: “Por que você é tão fod*o agora?” E sabe… você sabe que essa série é interessante porque há uma infinidade de personagens. Há tantas pessoas diferentes e todos eles têm sua própria maneira de sobreviver e sua própria maneira de escolher como viver neste mundo, e acho que o estudo de personagem é tão bonito. E o cerne disso realmente é – e provavelmente o que as pessoas realmente gostam disso, mas não posso explicar… eles simplesmente resumem para “Eu gosto de explosões” e “Eu gosto disso.” Eles não percebem que estiveram escutando e ouvindo e vendo esse incrível estudo de personagem que estamos tentando contar para todos.

E à medida que avançamos, acho que o ritmo, sim, definitivamente, está acelerando, porque os riscos são maiores. As pessoas estão mudando seus personagens e evoluindo, e meio que se estendem para ambos os pólos – sendo completamente selvagem ou ainda tentando manter a humanidade. E acho que, enquanto assiste isso, você verá que os riscos vão aumentar, você verá o ritmo aumentar, você verá a ação aumentar. Mas ainda em meio a isso, você ainda verá o desenvolvimento realmente introspectivo de personagens, e de pessoas que você não esperaria. Lembro-me que durante todas estas coisas de imprensa na Comic Con, as pessoas dizendo algo como “Por que Abraham está chorando?” E não quero colocar palavras na boca de ninguém, mas você sabe, é algo como “Eu pensei que ele era durão, por que ele está chorando?” E penso algo como… o quê? Nós não somos apenas máquinas de carne com músculos. É um personagem, é uma pessoa que estamos tentando transmitir. E acho que é o que estamos realmente nos esforçando para esta temporada, e isso é realmente a beleza desta temporada, e o que todas as nossas temporadas têm tentado fazer.

Como a sua base de fãs é muito grande e apaixonada, parece que vocês não podem vencer, porque as pessoas querem que coisas diferentes aconteçam. Algumas pessoas dizem: “Está muito lento!” E outras pessoas dizem “Precisamos ir mais devagar!”

Steven Yeun: Sim. Muitas vezes também, eu sinto, eu gostaria de não ter que dizer que ninguém está seguro. Eu queria que fosse apenas implícito e que fosse simplesmente entendido – que o mundo é assim e que não precisamos dizer isso novamente. Porque em última análise, acho que acaba fazendo com que os fãs escolham pessoas. Eles dizem: “Ah, eu quero esse cara, eu gosto desse cara, e eu quero aqueles dois vivos e todos os outros podem morrer.” E torna-se um episódio dramático de Survivor. Isso não é o que define a nossa série. Porque no momento em que você fizer isso, esse é o momento que você deve se retirar. E vejo um monte de comentários do tipo: “Eu odiei este episódio, pois aquela pessoa não apareceu muito”, e você pensa algo do tipo… você sabe que esta série é sobre todos. Trata-se de todos que estão aqui. Sim, eu sei que há um monte de ódio dirigido ao personagem de Lori em algum momento de nossa série. E para mim, eu sempre fiquei chocado, porque eu dizia algo como “Sarah está arrasando!” Ela está interpretando este complexo e falho personagem e não é perfeito, e, claro, todo mundo faz coisas que você odeia. E se essa pessoa não existisse, então você não estaria assistindo a uma série interessante. Você estaria apenas observando as pessoas dando uma surra umas nas outras por uma hora a cada semana.

Glenn-The-Walking-Dead-5-Temporada-S05E02-Strangers-HQ-001

Esta próxima pergunta vai parecer loucura porque você tem o melhor emprego do mundo, mas estou curioso: Como ator na 5ª temporada de uma série, parte de você fica um pouco inquieto com tudo isso?

Steven Yeun: Entendo o que você está dizendo, e acho que provavelmente é algo que muita gente que está em série de televisão enfrenta. Mas, nossa série realmente tenta e se esforça para impulsionar cada personagem. Quer dizer… eu posso te dizer agora, sim, eu estive com este personagem por um longo tempo, mas também já devo ter feito todas as coisas que se pode fazer como ator até este ponto. Eu fiz a coisa romântica, fiz a coisa de herói de ação, fiz a coisa de comédia nerd. Com esta amplitude, tenho sido capaz de crescer muito e mostrar tantos lados diferentes de uma pessoa e ser desafiado a fazer tantas coisas diferentes – e eu continuo a ser desafiado – e, para mim, francamente, é uma alegria.

Mas, no tempo livre, quero me alongar, porque sinto que todas essas coisas não são apenas para prolongar a carreira, em vez disso, também está te fortalecendo enquanto você cresce com a série… para voltar e investir mais nela. Não sou nem um pouco do ator que era quando comecei isso. Eu estava tipo, “Como posso me esconder atrás deste arbusto para não estragar tudo?” E agora, sei que de tanto treinar, de tanta boa liderança e ao observar os outros exemplos em nossa série, sou capaz de chegar e contribuir e ser alguém que pode realmente crescer, se necessário. E acho que essas são as coisas que quero construir como ator. Se eu aprender alguma coisa em “I Origins”, vou trazê-la para esta série. Se eu aprender alguma coisa aqui, vou levá-la para “I Origins” ou qualquer outra coisa que eu venha fazer. E acho que, para mim, isso é uma jornada importante ao invés de superar alguma coisa.

A série está no topo, e não está mostrando sinais de desaceleração. Mas, quando algumas séries chegam à 5ª temporada, começam a pensar sobre o final. Por quanto tempo você acha que a série pode seguir em frente? Obviamente, da maneira como os quadrinhos são criados, ela poderia continuar aparentemente para sempre. Você vê a série acontecendo por tanto tempo quanto possível, ou você acha que tem que ter algum tipo de ponto final?

Steven Yeun: Acho que precisamos de um ponto final. E acho que tudo de bom na televisão deve ter um ponto final. A menos que você tenha algum tipo de processo acontecendo. Você tem que encerrar isso em algum momento. E não sei quando vai ser, mas acho que há um ponto limite em que as pessoas não se interessam pela mesma coisa de novo e de novo. E acho que nós temos isso em mente e estamos completamente cientes disso. E pode levar dez temporadas, pode levar o tempo que for. Mas acho que realmente estamos focados em contar uma ótima história. E se isso acontecer em seis ou sete temporadas, impressionante. Se isso acontecer em dez temporadas, então quem está por trás disso é um gênio. E nós temos essa pessoa, por isso vamos ver o que acontece. Estou animado para essa jornada, mas… quero dizer, quem sabe se vou estar ao longo de toda a viagem?

The Walking Dead tem sofrido uma clara falta de reconhecimento das premiações – algumas coisas aqui e ali, mas não tanto como seria de se esperar, considerando o quão popular ela é. Você acha que a série tem o respeito da indústria? Vocês se sentem deslocados de alguma forma?

Steven Yeun: Eu não sei, acho que é uma coisa genuína para se pensar. Eu realmente não tenho pensado muito sobre isso. Eu diria que, às vezes, as pessoas não gostam ou torcem para a coisa mais popular. E isso é bom. Acho que aprendi uma lição valiosa de muitas pessoas em nossa série que dizem coisas realmente incríveis, como “F*dam-se os prêmios.” Me perdoe pela expressão chula, mas quero dizer, tipo, sério… Estamos fazendo uma grande série de televisão e estamos realmente nos esforçando, trabalhamos muito para que essa série seja tão excelente quanto pode ser.

E, apesar do sucesso que a série é, ainda temos um grupo fechado de pessoas incríveis que não permitem que isto suba à cabeça. E acho que, para nós, isso é algo que temos muito orgulho. E temos muito orgulho do fato de que as pessoas aparecem na Comic-Con e se empolgam com o que estamos fazendo. E acho que é validação suficiente, para ser sincero. O que você pode fazer com o prêmio? Quero dizer… mesmo que você ganhe um, você vai esquecer no próximo ano porque alguém ganha um. Estamos felizes. Eu acho que claramente estamos muito felizes com o que está acontecendo.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: Mydiã Freitas / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA