Siga-nos nas redes sociais

Série

Laurie Holden revelou que Andrea deveria ter sobrevivido até a 8ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Laurie Holden foi a Walker Stalker Convention em Nova Jersey na semana passada, onde ela e Jeffrey DeMunn, que interpretaram na série a durona Andrea e o amável e equilibrado Dale, participaram de um painel. A discussão foi acalorada, e os atores que faziam parte do show desde o começo não esconderam nada.

Holden revelou a audiência que ela havia assinado um contrato de 8 anos quando ela entrou para The Walking Dead, mas sua personagem só durou até a terceira temporada.

“Bom, eu tinha um contrato de 8 anos, era pra eu ficar lá até o final. Era para eu ter ficado com Rick (Andrew Lincoln), e salvado Woodbury montada em um cavalo. Até comprei uma casa em Atlanta. Foi então que recebi uma ligação as 10 da noite do dia anterior a gravação de um episódio. Estava no set gravando quando o produtor (Glen Mazzara), que não faz mais parte da série, me ligou dizendo que não puderam escrever o episódio pois iriam matar minha personagem. Todos choraram quando receberam o script, eu senti como se tivesse recebido um tiro. As coisas não eram pra terem acontecido daquele jeito.”

Os dois atores discutiram como a escolha do elenco e equipe técnica por Frank Darabont foi meticulosa, e como os primeiros estágios de produção do show eram simplesmente mágicos. O show teve uma mudança de direção dramática e muito falada quando Frank Darabont foi removido do cargo de produtor do programa. Apesar do sucesso da série continuar depois disso, muitas pessoas que faziam parte do programa estavam infelizes com a mudança, principalmente porque ele era a razão de muitas delas se empenharem tanto no projeto. DeMunn, Holden e Melissa McBride (Carol Pelletier) já tinham trabalhado com Darabont anteriormente.

laurie-jeff-painel-wsc-nj-2016

“Ele (Frank Darabont) me ligou e disse ‘Eu vou fazer a série The Walking Dead’. Eu confiei no programa porque foi Frank que me chamou, ele também escolheu pessoalmente Dale e Carol, na verdade ele escolheu praticamente todo mundo. O que eu amava sobre o elenco é que ninguém tinha um ego inflado, nossa série tinha muito coração. Havia muito amor envolvido e as pessoas sentiam isso.”

Holden também falou: “Eu também acho que The Walking Dead continua seguindo o caminho certo com a liderança de Scott Gimple. Não é mais como antes, mas sou muito grata de como minha saída foi escrita, aconteceu com graça e com um elenco estelar. Não foi como eu imaginava, mas eu amei mesmo assim. Fazer parte de The Walking Dead foi a melhor coisa da minha vida, a série e as pessoas estão gravadas na minha alma. Eu interpretei Andrea e nós temos o mesmo coração.”

O personagem de Jeffrey DeMunn saiu do show na mesma época. Os dois atores descrevem que a maneira que o personagem Dale morreu expressou perfeitamente as emoções e frustrações genuínas relativas ao que ocorria no programa, e de toda a agitação e confusão pela saída de Darabont.

E você, superou a morte prematura da personagem na série? Curtiu a mudança ou gostaria que ela tivesse continuado e sido adaptada conforme sua história acontece até os dias atuais nos quadrinhos?

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sétima temporada em Outubro de 2016 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em Julho.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Fan Fest

Publicidade
Comentários

EM ALTA