Siga-nos nas redes sociais

Série

Sarah Wayne fala sobre Lori e os momentos especiais em The Walking Dead

Publicado há

 

em

A atriz Sarah Wayne Callies (Lori Grimes) fala dos momentos finais e a tradição secreta do elenco.

Foi um episódio forte! Como é assistir seu personagem chegar a um fim?

Foi interessante porque nos filmamos o episódio em junho. Teve todo um processo emocional de se juntar com o elenco e filmá-lo, se despedindo e emocionando todo mundo. Esse processo só foi terminar mais ou menos a pouco tempo. Então me sentei e assisti! Estava nervosa porque fiquei com medo de me magoar, mas me senti tão orgulhosa pelo Chandler [Riggs] e por ter sido uma das responsáveis pela construção da série. Acho que a morte de Lori fez jus a isso; ela era uma mulher marcante e forte e teve uma morte marcante e forte. Orgulho e gratidão foram o que me ocorreram.

Quando você descobriu que essa temporada seria a última de Lori?

Estava em um campo de refugiados na Tailândia em fevereiro. Voltei, desci do avião e quase em seguida dei uma entrevista. Terminei essa ligação e recebi outra de Glen Mazzara, que disse que iríamos perder a Lori. Foi uma sequência de eventos interessante porque minha mente não estava na série; eu estava preocupada com os problemas de medicamentos e segurança no campo de refugiados. Tudo em suas devidas perspectivas: é muito triste e difícil, mas é uma série. Fico grata por ter feito a série por duas temporadas e meia.

Depois que você deixou o set em Atlanta, foi difícil manter a morte de Lori em segredo?

A maioria das coisas que dizia as pessoas era verdade, que essa temporada tinha um grande elenco e eram necessárias duas locações, e cada personagem tem um tempo livre. Mas eu estava meio que enganando as pessoas… Algumas perguntas eu tive que responder de maneira bem criativa. Sinto-me aliviada por ter que parar de fazer isso.

Você fez algo em particular para a morte de sua personagem?

Nós começamos a fazer jantares para as pessoas que morriam desde a primeira temporada. Depois do último episódio de cada pessoa, todos os atores se reuniam para jantar e brindavam a eles. Esses jantares se tornaram tradição. Somos um grande elenco, então temos que ser discretos. Steven veio até mim durante o primeiro episódio dessa temporada e disse, “Não acho que deva fazer seu próprio jantar de morte,” e ele disse que o faria para mim. E eu disse, “Uau, isso é muito gentil.” E ele veio uma semana depois e disse, “Como você faz isso?” E eu disse, “Você acha um restaurante que tem salas reservadas e você diz que vai dar uma festa de aniversário.” E ele continuou vindo até mim com perguntas como, “Mas qual restaurante?” Terminou que foi tudo adorável, mas foi trabalho dobrado! Todo o elenco foi e eu disse adeus.

Olhando para trás, quais seus momentos favoritos de ter estado na série?

Um de meus momentos favoritos foi ver o Andy Lincoln dirigir! Acho que ele tirou a carteira de motorista um ano antes da série começar. E ele é inglês. Vê-lo tentar dirigir o Cherokee foi hilário. Em certo momento nós tínhamos que encostá-lo porque chamas verdes estavam saindo do capô. Ele nunca soube passar uma marcha porque as indicações que mostram qual marcha você estava tinha se apagado. Em um episódio da temporada passada, Lori está na varanda enquanto Rick e Glenn estão indo atrás de Hershel. Eu disse adeus a Rick e ele deveria sair dirigindo, mas ele não conseguia passar a marcha no carro! Ele só ficou me encarando.

Algo em interpretar uma mulher grávida foi parecido com a experiência de ficar grávida?

A barriga – o utensílio da gravidez. Não importa o que tinha tomado no café da manhã, quando eu colocava a barriga eu ficava com fome, sempre. E as pessoas já sabiam disso e deixavam sanduíches de frango prontos para mim. Eles já tinha uma barriga pronta, mas eu disse para adicionar um pouco mais de peso, como uma barriga de verdade geralmente é, para eu não ter que fingir. Eu entortei minhas costas algumas vezes. Mas interpretar uma grávida é bem mais fácil porque você pode tirar a barriga.


Fonte: AMC
Tradução: @OAvilaSouza / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA