Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Primeiro Olhar Sobre a 2ª Temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

O Nypost esteve em uma das reproduções super secretas do episódio piloto da segunda temporada de The Walking Dead, “Miles Behind Us”. Eles nos falam um pouco da sensação do episódio inicial, o que podemos esperar e por final ainda fala sobre a demissão do nosso querido Frank Darabont. Confira o relato:

‘Quando o show for ao ar, posso sugerir que você adicione um saco de vômito daqueles de avião às suas coisas?’

Depois de um tempo tentando perder aqueles últimos quilos, eu finalmente achei a solução.
Na verdade, talvez eu nunca mais coma de novo. Nunca.

Qual é essa dieta milagrosa que me dará a forma esbelta, esquelética dos meus sonhos?

Resposta: Os mais ou menos duzentos zumbis comedores de carne com os quais eu passei a manhã de ontem na reprodução super secreta dos noventa minutos do primeiro episódio da segunda temporada de The Walking Dead. Esses cadáveres destruídos, maltrapilhos e decompostos arruinaram meu apetite para sempre.

A nova temporada é, na verdade, simplesmente nauseante – e vocês vão amar cada minuto dela tanto quanto eu.
Enquanto eu não posso contar o “quê”, o “onde” ou o “como” do primeiro episódio, eu vou contar para vocês a cena mais extraordinariamente grotesca envolvendo a arrancada das tripas de um zumbi, que é tão incontrolavelmente louca que faz com que a cena da primeira temporada que tinha os intestinos pendurados nos pescoços de Glenn e Rick pareça saída dos Teletubbies.

Essa cena é a pior/melhor cena que eu já vi na TV. Na verdade, quando a série for ao ar, posso sugerir que você adicione um saco de vômito daqueles de avião às suas coisas? Será bastante útil, se é que faz algum sentido.
Antes da projeção, eu falei com Gale Anne Hurd, a produtora executiva do show, que também produziu algumas outras coisas que você provavelmente viu incluindo, “The Terminator” e “Aliens”.

Não é que eu vá me intrometendo na conversa de pessoas famosas, é só que uma conversa muito estranha e oportuna que ela estava tendo me forçou a falar com ela. Não pergunte – mas envolve um livro que acabei de escrever.
De qualquer forma, Hurd é a mulher que mais supervisiona as entranhas do horror (isso é literal) das séries de terror na TV. E ela pode discutir zumbis da mesma forma com que reponde questões complicadas sobre o surpreendente sucesso da série (o de maior sucesso na história da TV a cabo).

O mini-escândalo envolvendo a chocante demissão de Frank Darabont, o amado chefe da série.

Enquanto muitos desceram de nível ao falar sobre o assunto, Hurd foi muito mais graciosa e charmosamente franca, garantindo aos repórteres que Darabont ainda é um produtor executivo, só não é mais o chefe.
Isso pode não satisfazer fãs loucos de The Walking Dead, mas eu posso garantir que se o show mantiver a alta qualidade, vocês não terão nada a temer a não ser os zumbis.

Eu estava mais preocupado, no entanto, com uma questão sobre a qual estive ponderando desde a última temporada: Como eles limparam Atlanta para permitir que duzentos zumbis enlouquecessem no centro (ou pelo menos tanto quanto zumbis podem enlouquecer)?
Quero dizer, foi necessário um furacão para limpar as ruas de New York – e isso porque fecharam o metrô.

Hurd me contou que eles fizeram isso filmando nos fins de semana com a fácil cooperação das pessoas de Atlanta – que não viam tantas caras assustadoras em marcha desde que Sherman invadiu.

Aterrorizante, nauseante, nojento, totalmente maravilhoso. Isso é o que te espera no próximo dia 16 de outubro com a estréia da segunda temporada de The Walking Dead!


Fonte: Nypost
Tradução: Daniel / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA