Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Invasão Zumbi no Mundo Marvel

Publicado há

 

em

Quando chegou ao Brasil o excelente “Os Mortos-Vivos” de Robert Kirkman, a galera da Actions e Comics fez uma matéria sobre o gênero de terror. Nela falaram da abrangência do gênero e como muitas vezes o terror se liga com o humor em uma tentativa de assumir o lado trash das histórias e usar isso como recurso narrativo.

Quando Mark Millar inseriu nas páginas de Quarteto Fantástico Ultimate (publicada em Marvel Millennium Homem-Aranha 56 a 58) um mundo dominado por zumbis, provalmente ele não queria fazer muita graça. Na história a versão Ultimate de Reed Richards faz contato outra versão sua que aparentemente é o Richards daquele que temos como Universo Mavel Normal. Para encontrar essa outra versão, ele atravessa um portal interdimensional e percebe que foi enganado. Na verdade, Reed acaba numa realidade alternativa onde todos os seres superpoderosos sucumbiram a uma infecção vinda do espaço e tornaram-se mortos-vivos canibais. Tendo devorado todas as pessoas comuns do planeta, o jeito de resolver a escassez de alimento foi atrair carne fresca de outra realidade.

Essa trama dá todo um trabalho ao jovem Quarteto Fantástico e ainda vai continuar causando transtornos nas páginas da sua revista, já que a versão zumbi do grupo está aprisionada no Universo Ultimate, buscando uma maneira de escapar.

Partindo dessa premissa e aproveitando esse universo alternativo, a Marvel deu a Robert Kirkman carta branca para brincar à vontade com o Universo de Marvel Zombies e ele sabia exatamente o que fazer.

Pode parecer uma besteira essa história de zumbis, você pode até não gostar dessas figuras de terror, contudo vale a pena procurar as revistas Marvel Max 41 a 45 e conhecer essa série.

Inicialmente a história se paga pelo humor mais simples de ver os heróis como mortos-vivos corroídos, mas ainda mantendo suas características básicas. O Homem-Aranha continua atormentado, mas agora por ter devorado sua esposa Mary Jane e sua Tia May; o Bruce Banner se transforma em Hulk quando sua fome atinge níveis críticos; o Capitão América é um soldado literalmente sem cérebro, entre outras boas idéias.

Outra característica interessante é o fato de que Kirkman não se prende em dar explicações, criar teorias e cobrir toda a base pseudo-científica que os quadrinhos ultimamente tentam ter. Por exemplo, ele nem se propõe a explicar porque o fator de cura de Wolverine não o protegeu (até porque, se ele tivesse sido poupado, Logan sozinho tinha dizimado os zumbis e salvo o planeta e isso seria apenas mais uma edição de sua revista mensal). Ele parte do que já tinha sido contado, de que o Sentinela caiu do espaço infectado e o vírus foi dominando a comunidade de super humanos que devorou todos os humanos da Terra.

Para ligar todos esses conceitos interessantes, ele parte de uma trama no mínimo irônica: Galactus vem com sua fome insaciável devorar a Terra. É fantástico logo na primeira cena que o Surfista Prateado aparece na Terra e todos os heróis olham para ele como um novo e fresco pedaço de carne. Não demora muito para que, com um pouco de luta, eles consigam agarrar o Surfista e devorá-lo, absorvendo parte Poder Cósmico.

Quando Galactus chega nesse mundo devastado e descobre que seu arauto foi devorado e que os zumbis alegam ter fome, ele faz pouco deles e continua sua rotina para devorar o planeta.

Para fechar a série com uma ironia fantástica, os Zumbis conseguem derrotar Galactus e devorar o devorador de mundos, transformando-se assim, em zumbis com poderes cósmicos e aptos a viajar pelo universo devorando planetas.

Vale ainda dar uma boa olhada nas capas das série, que traz versões zumbis das capas clássicas da Marvel.

Marvel Zumbis Vs Army of Darkness
Marvel Zumbis Dead Days
Marvel Zumbis Vol 1, 2, 3 e 4
Marvel Zumbis Quarteto Fantastico
Marvel Zumbis Pantera Negra
Marvel Zumbis – O Retorno

[DOWNLOAD DE TODAS AS EDIÇÕES JUNTAS]


Fonte: Actions e Comics

Publicidade
Comentários

EM ALTA