Siga-nos nas redes sociais

Série

Dallas Roberts fala sobre Milton, Chá e The Walking Dead

Publicado há

em

Dallas Roberts, mais conhecido no mundo geek como Milton na série The Walking Dead da AMC, tirou uns minutinhos da filmagem para nos dar um gole do seu famoso chá, seus experimentos, e a unica coisa no mundo todo que o manterá a salvo das mordidas de zumbis.

Roberts tem seu trabalho dividido na terceira temporada de The Walking Dead entre trabalhar para o Governador, tomar chá e conduzir estranhos experimentos com os mortos-vivos. Seria ele o típico cientista aparentemente solitário nesse mundo pós apocalíptico trabalhando para homens de maior interesse, ou ele tem algum outro plano sinistro na manga?

Originalmente de Houston, Roberts foi a Juilliard e atualmente mora em Nova York. Ele foi indicado a um prêmio na categoria Drama por seu trabalho na peça “Nocturne”. Ele apareceu em filmes como “Joshua” e “3:10 to Yuma” e em series de televisão como “Rubicon” e “The Good Wife”.

Como você conseguiu o papel de Milton no The Walking Dead?

É, eu sou um ator e faço testes para um monte de coisas. Isso foi algo para o qual eu fiz um teste e era um produto conhecido e empolgante, então eles me mandaram um script de 10 páginas sobre um cara, que não se chamava Milton, que conversava com uma mulher, que não se chamava Andrea ou Lori ou qualquer uma das outras mulher da série. Eu fiz aquela cena e mandei em vídeo. Algumas semanas depois eu soube que eles me queriam por perto, o que me deixou muito empolgado.

Quando eu cheguei no set eu percebi que a cena para qual eu fiz o teste nunca iria ser parte da série e eu iria começar a aprender aos poucos quem era Milton.

Você assinou um contrato de vários anos, ou nesse tipo de série é no estilo um ano e depois conversarão?

A série por si só é imprevisível, não faria sentido contratar pessoas por anos além do que a série foi planejada e é melhor explorar momento por momento.

Você sente que tem mais liberdade, como ator, ao representar um personagem que foi criado especificamente para a série de TV, que não tem uma história passada específica para que as pessoas familiarizadas com a HQ critiquem?

Eu não tinha pensado nisso antes, mas é verdade. Ninguém pode dizer “Oh não, ele está representando mal o Milton porque eu tenho toda essa noção de quem o Milton é”, então é uma vantagem, com certeza.

Isso te da certa liberdade e tem sido realmente maravilhoso trabalhar com os escritores e aprender um pouco mais sobre o Milton durante as cenas em que ele está. Eu aprendo quem o Milton era e é uma cena de cada vez, do jeito com que os espectadores fazem. Isso proporciona uma grande liberdade e flexibilidade para dizer como ele continua.

Desde que fomos apresentados ao Milton na primeira vez, ele aparenta ser o oposto de Merle. Podemos esperar algum tipo de confronto entre vocês dois no futuro?

Eu acho que eles vivem em confronto um com o outro (risos). É uma dinâmica bem engraçada contracenar com Michael Rooker. Milton e Merle tem valores e estilos de vida completamente diferentes. Você os coloca juntos em uma sala e é engraçado ver os fogos de artificio explodirem.

Pelo que temos visto até agora parece que você está tentando descobrir sobre o comportamento dos zumbis e talvez até reverter o processo. O que você pode nos falar sobre os experimentos?

É, eu acho que a reversão seria o gol definitivo. Milton está com um pé atrás, com certeza, existe uma quantidade limitada de eletricidade e ele com certeza não tem todos os equipamentos médicos que você precisaria, mas ele está fazendo seu caminho por essa ideia e nesse ponto ele só está tentando juntar informações e estudar os zumbis e ver o que consegue aprender sobre eles. Do mesmo jeito que um biólogo estudaria novas espécies. Ele está no estágio de coleta de informação nesse momento.

O que você pode nos dizer sobre o chá? Parece até que aquela cena foi filmada com um propósito? Você pode ter alguma formula secreta la para testar em alguém?

Você sabe, é a pergunta favorita do dia. Eu posso dizer que tem como base o amável chá preto inglês e é delicioso, e eu não posso dizer muito mais que isso (risos).

A fita adesiva é, agora, a melhor prevenção contra as mordidas dos zumbis?

Tem se mostrado eficaz e eu iria sugerir completamente, pelo menos colocando nas suas mangas e qualquer outra coisa que você puder pensar em cobrir com fita adesiva. Você sabe, fita adesiva nunca nos deixou na mão antes do apocalipse e eu não sei porque nos deixaria depois. (Risos)

Eu ouvi dizer que você é um jogador de vídeo game ávido e leitor de HQ. O que você tem jogado e lido?

Você sabe, eu tenho estado tão ocupado com a série e longe de casa que eu tenho sentido falta do fato de que Call of Duty saiu e Halo 4 também, e eu vou ficar para trás dos garotos de 14 anos, então eu estraguei tudo. Meus filhos e eu jogamos Minecraft juntos quando eu estou fora. Eu configurei um servidor e nós construímos e destruímos coisas. É desse jeito que tenho gastado meu tempo de jogador de vídeo game.

E as HQ? Você tem lido alguma coisa ultimamente?

Assim que eu consegui esse papel, eu me dediquei totalmente a essa ideia e não dilui-la com qualquer coisa que tenha muita informação nessa área.

Você pode dar uma dica aos nossos leitores do que vem por ai nos próximos episódios dessa temporada?

Violência, desespero, amor, esperança e espancamento de zumbis a cada frame! (Risos)


Fonte: Comic Book Movie
Tradução: @yawlully / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA