Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Ator de The Walking Dead foi hospitalizado durante as filmagens da 10ª Temporada

Ryan Hurst, ator que interpreta Beta em The Walking Dead, foi hospitalizado durante as filmagens da atual temporada do show.

Publicado há

em

Ryan Hurst, ator que interpreta Beta em The Walking Dead, foi hospitalizado durante as filmagens da atual temporada do show quando sofreu de exaustão causada pelo calor do traje exclusivo do Sussurrador, composto por um casaco, várias camadas de roupa e uma máscara feita de pele de zumbi. Tendo sua base na Virgínia, mas filmando na Geórgia, a produção de The Walking Dead acaba passando por “um inferno na terra”, se é que me entendem. Mesmo assim Hurst, enterrado sob o disfarce sufocante de Beta, tira fotos de verão como se nada estivesse acontecendo – mesmo que isso signifique uma viagem ao hospital mais próximo em seguida.

“Meu Deus! Cheguei ao hospital uma vez este ano devido à exaustão pelo calor”, disse Hurst à Entertainment Weekly. “Estou com um casaco de couro e mais duas camadas de roupa debaixo do casaco, no verão da Geórgia. Não é brincadeira, cara.”

Mas Hurst, que se juntou ao drama de zumbis em sua nona temporada, adora usar a máscara de carne criada pelo diretor e guru de efeitos especiais, Greg Nicotero. Ao contrário dos outros Sussurradores comandados por Alpha (Samantha Morton), Beta nunca remove sua máscara, que tem um profundo valor sentimental por trás dela.

“Gostaria de poder dizer que odeio, mas adoro! Nicotero é um mestre quando se trata de coisas de zumbis, e ela é tão confortável”, disse Hurst ainda à Entertainment Weekly. “Mesmo que esteja em Atlanta a mais de 40 graus de temperatura, eu adoro usar essa máscara. Eu adoro, de verdade.”

LEIA TAMBÉM:
Qual é a verdadeira identidade de Beta em The Walking Dead?
Atriz de The Walking Dead derruba teoria de fãs sobre roupas de Gamma

Ainda assim, as coisas esquentam. “Todo trabalho que faço parece que passo longos períodos de tempo nele, uso 10 camadas de couro em uma temperatura de mais de 40 graus”, acrescenta Hurst. “Eu não sei por que o universo colocou isso no meu caminho, mas eu meio que aceitei este momento. É como: ‘Sim, você estará em vários shows de sucesso, mas terá que suar’.”

No mais recente episódio de The Walking Dead, S10E02 – “We Are the End of the World”, demos uma pequena espiada sob a máscara de Beta ao expor a origem de seu relacionamento com Alpha. O público também viu o por que a máscara de Beta ser tão importante quando, em um flashback ambientado sete anos antes da situação atual na 10ª temporada, revelou a origem da máscara como parte de uma história contada por Hurst:

“Eu estava meio que montando essa história de fundo desse cara, e quando eu contei para Angela [Kang, produtora], eu disse que adoraria o fator emocional de ele estar usando o rosto de seu melhor amigo. Do ponto de vista de um ator, eu pensava: ‘Por que esse cara não tira a máscara?'”, disse Hurst. “Há muitas respostas para essa pergunta, mas a principal foi que eu pensei que seria tão maravilhoso se ele tivesse um melhor amigo que ele simplesmente não pudesse deixar partir, e que ele estivesse usando o rosto de alguém que ele conhecia e amava, isso traria um pouco de profundidade a esse tipo de personagem sombrio e misterioso. Isso foi realmente importante para mim.”

Esse melhor amigo sem nome é “uma espécie de último vestígio da sua antiga vida, de quem ele era antes do apocalipse”, contou Hurst, em seguida acrescentando que a verdadeira identidade de Beta é de uma celebridade reconhecível no mundo de The Walking Dead.

Publicidade
Comentários

EM ALTA