Siga-nos nas redes sociais

Série

Universo de The Walking Dead ainda tem muitas histórias para contar, garante AMC

Diretora da AMC e Scott Gimple prometem conteúdos criativos para universo de The Walking Dead.

Publicado há

em

A história contada no universo The Walking Dead está longe de acabar. Quem garante é a presidente de programação da AMC, Sarah Barnett. Ela alerta, no entanto, que o futuro da franquia, cada vez mais extensa, deve ser criativo. E Sarah tem razão: em 2020, a AMC vai lançar nada mais, nada menos, que 42 novos episódios, se somadas todas as produções passadas no universo de Rick Grimes e companhia que estreiam neste ano.

Vamos às contas: a nave-mãe, The Walking Dead, está atualmente apresentando os oito episódios finais da décima temporada e, a partir de outubro, a primeira metade do ano 11 da série. Além disso, teremos a sexta temporada do spin-off, Fear the Walking Dead, e os 10 capítulos de estreia do mais novo show derivado, The Walking Dead: World Beyond, que será lançado em 12 de Abril.

“Acho que há muitas histórias para contar neste universo”, disse Barnett em entrevista à Variety sobre a franquia. “E eu diria sobre isso o que diria sobre qualquer desenvolvimento da AMC – que é que deve ser criativo de maneira excepcional.”

E TEM MAIS

LEIA TAMBÉM:
10 Coisas que queremos ver nos filmes de The Walking Dead
Criador de The Walking Dead pode ter confirmado teoria sobre a localização de Rick

Além dessa enxurrada de episódios chegando para alegrar os fãs do universo zumbi, temos a promessa de que em breve, será lançado o primeiro filme que vai contar o destino de Rick Grimes (Andrew Lincoln), que foi levado de helicóptero por Jadis (Pollyanna McIntosh) no quinto episódio da nona temporada, mas ainda não sabemos para onde.

A produção está em desenvolvimento. Scott M. Gimple, diretor de conteúdo da franquia The Walking Dead, showrunner por cinco temporadas da série principal e co-criador de World Beyond, está também responsável pelos primeiros passos de The Walking Dead no formato de filme, ao lado do criador dos quadrinhos, Robert Kirkman.

“A televisão está mudando, e isso é emocionante porque podemos contar histórias em outros formatos além das temporadas de 16 episódios. Acho que continuaremos fazendo isso, e temos planos para isso, mas também temos planos para séries mais curtas, mini-séries, coisas que são especiais. E é vantajoso não apenas para as diferentes histórias que podemos contar, mas também os diferentes formatos em que podemos contá-las”, disse Gimple ao The Hollywood Reporter em outubro.

Expandir para outro formato e continuar como série com uma oferta diversificada de conteúdo é um meio interessante de explorar a variedade de histórias que acontecem em um mundo dizimado por um apocalipse zumbi. “Como este é um mundo tão grande com histórias tão diferentes, seria bobagem não fazer isso”, disse Gimple. “Isso também significa que nem tudo o que divulgamos será conectado a um dos programas existentes. Algumas delas podem nem precisar ir além de um certo ponto. Queremos fazer essas coisas menores que são completamente próprias, e depois fazer outra coisa. Algumas coisas podem ter três episódios, outras podem ter seis episódios, outras podem ter 12 ou 16”, completou.

Enquanto esperamos por mais notícias dos filmes de The Walking Dead, temos a décima temporada da série original e as outras séries derivadas para acompanhar.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA