Siga-nos nas redes sociais

Entrevista

Lew Temple (a.k.a. Axel) fala sobre o mais recente choque em The Walking Dead

Publicado há

em

Não sabíamos muito o que seria feito de Axel. Provavelmente um pervertido por dar em cima de Beth, ou uma alma gentil que fosse uma adição preciosa para o grupo? Bem, no episódio mais recente de The Walking Dead, o último detento da West Georgia Correctional Facility teve seu momento, interpretando um papel crucial no episódio. Pare de ler agora mesmo se não assistiu ainda o episódio de domingo último do drama zumbi, e se não quiser saber mais.

[ALERTA DE SPOILER]! SÉRIO, pare de ler agora se não tiver assistido ao episódio de domingo de The Walking Dead.

Infelizmente, o papel crucial que Axel interpretou foi o de vítima, sendo ele o personagem mais recente a ser eliminado quando uma bala vinda do Governador explodiu seu cérebro, durante um ataque da gang de Woodbury à prisão. O Entertainment Weekly falou com o homem que interpretou Axel, Lew Temple, sobre sua breve aparição no show. Nesse bate-papo exclusivo, Temple adoravelmente discute sua reação às noticias de que seu personagem morreria, revelando a cena que não vimos e os esforços vãos que o Andrew Lincoln empreendeu para manter Axel vivo. Mais: Por que a extrema semelhança entre Temple e o co-produtor executivo Greg Nicotero veio à tona na cena final.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Bem, foi uma pena.

LEW TEMPLE: The Walking Dead nunca deixa você muito confortável em relação a personagens e membros do elenco. Eu penso que no momento em que você se sente seguro a respeito do personagem, este é o momento em que o show irá atingi-lo no estômago. E foi minha vez, com o que aconteceu com Axel.

EW: Então como e quando você descobriu que Axel morreria?

TEMPLE: Descobri em Agosto, duas semanas antes de filmar o episódio. Foi logo após encontrar Glen Mazzara pessoalmente pela primeira vez. Ele havia chegado para a estreia da première da terceira temporada, para o elenco e equipe. Foi ótimo. Foi uma noite adorável. Comemoramos o pontapé inicial para uma grande temporada. E naquela noite em especial conheci Glen. Tivemos uma conversa realmente boa sobre o que seria feito com Axel, e ele foi tão gentil e efusivo, e adorável, dizendo “Eu realmente estou curioso com o que você vai fazer de Axel, e todas as camadas nele. Podemos ir em tantas direções, pois você está levando-o tão a sério e não sabemos como ele é realmente.”

Então eu fiquei muito entusiasmado, e recebi, no dia seguinte, um telefonema do seu assistente, dizendo que Glen queria falar comigo, e eu achei o máximo, achando que ele queria falar mais sobre o desenvolvimento do personagem. Após quinze ou vinte segundos de conversa, ele diz: “Lew, isso é uma tristeza, mas eu tenho que contar a você que Axel irá levar um tiro na cabeça.”

EW: Como você recebeu a noticia?

TEMPLE: Acho que recebi da mesma maneira como os fãs receberam: foi um soco no estômago. E foi bem assim que Glen descreveu como ele queria que acontecesse. Eu certamente não estava esperando sair tão cedo. Claramente, Axel, nos quadrinhos de Mr. Kirkman, vai à guerra na prisão. Sabíamos que aquilo estava acontecendo. Não senti que aquilo fosse acontecer tão rápido, então me pegou com a guarda baixa, certamente – particularmente após conversarmos e falarmos sobre como desenvolver a vida de Axel.

Então processei isso. E, claro, a primeira reação foi um apelo. “Whoa! Whoa! Espere! Eu sei o que você está procurando. Você acaba de me explicar que o Governador precisa de alguma vingança e retaliação, eu entendo. Mas você sabe esse cara novo, o Allen? Ele parece que irá causar problemas. Não poderia ser ele a levar a bala, em vez de mim?” Ele riu. Claro, você sabe que faz isso em vão, e que a decisão já foi tomada. E você fica claramente desapontado. Eu estava adorando estar no show. Mas fiquei mais desapontado por Axel. Eu sei que parece tão autoral, mas a verdade é que eu sentia que poderia fazer muito mais com o personagem. Pensei em todas as nuances que colocaríamos nele, e as pequenas coisas pobremente visíveis no início e que poderiam ganhar cores mais fortes. Eu acho que este último episódio realmente ficamos interessados nele. Então meu apelo era tanto por Axel como por Lew Temple.

EW: Você era o último prisioneiro vivo. O grupo está desfalcado agora.

TEMPLE: Me sinto um pouco traído pelo que representávamos — a história da prisão. Eu sinto que não nos deram nada, mas claramente, algo foi dado. A prisão tem sido um santuário, mas já não é mais. Vale a pena defendê-la, e durante esse processo, todos os prisioneiros se foram.

EW: E qual foi a reação do restante do elenco quando ficaram sabendo do seu destino?

TEMPLE: Eu fui o primeiro a saber, dentre todo o elenco e equipe. Glen me pediu para manter segredo. Então, quatro ou cinco dias depois, ele deixou que o elenco soubesse. Eles protestaram. Andrew Lincoln fez uma defesa muito gentil junto aos produtores e escritores e disse: “Não podemos fazer isso. Eu acho que é um grande erro, pois estamos trazendo e investindo em intérpretes – e atores—que trazem algo para esse mundo, e estamos começando a nos conectar, e eles ficam tão pouco.” Mas pelo bem do show – e novamente, isso é o motivo pelo qual o show conecta tanta gente – na vida, assim como conhecemos pessoas, elas também vão embora.

Mas a tristeza tomou conta do elenco. Eu sou um sobrevivente de leucemia, e eu lembro dos meus piores dias no hospital, quando todos os meus amigos me visitavam, especialmente os homens – eles tinham problemas com a mortalidade nessas visitas. E eu tinha que passar mais tempo cuidando deles, pois o pensamento era de que “se isso aconteceu a ele, pode acontecer comigo”. E isso acontece naturalmente.

EW: Juro, cinco minutos antes de você ser morto, eu estava pensando aqui comigo, eu realmente gosto do que esse personagem traz para o show. Todos estão em uma péssima situação nesse momento, e lidando com muito desespero, mas Axel está trazendo uma energia diferente. E então, BAM!

TEMPLE: Esse é o tom que estávamos tentando dar, que estou ok em estar lá, e estou ok com o que temos, e estou ok quando me dizem como viver. Eu estou bem. Axel estava pronto para se abrir mais no último episódio, e eu acho que ele ganhou o carinho não apenas de Carol, mas do público. Então, quando aquilo acontece, eu fico feliz que ele não tenha sofrido. O tiro na cabeça também previne que ele retorne como um walker. Então ninguém terá que atirar nele de novo, para salvar-me do meu destino. Tudo isso eu acabei pedindo, e a produção foi tão gentil em me atender.

EW: Como estava seu humor no dia em que a cena foi filmada?

TEMPLE: Eu decidi que não apareceria chateado. Não queria me arrastar em sofrimento e depressão, porque isso acabaria contaminando as emoções de todos no final do último dia de Axel. Decidi que estaria muito bem e feliz, e daria uma certa paz à cena. Andrew Lincoln foi um grande advogado de minha causa, assim como Norman Reedus e Lauren também. Então eu ganhei uma trilha sonora para o dia, uma canção da adorável Citizen Cope chamada “Bullet and a Target.” Ela é muito otimista, mesmo com a letra pesada. Então foi algo alegre e triste.

EW: Após ser baleado, você teve que ficar lá e servir de escudo humano para Carol ou você ganhou um dublê de Axel?

TEMPLE: Esta é uma boa pergunta. Como este era um recurso para muitas pessoas, incluindo alguns do elenco, escritores e produtores, nós não fizemos uma prótese de minha cabeça e corpo, para usarmos como manequim. Interessante, porque Greg Nicotero já foi um walker algumas vezes e então pudemos usar a prótese que era dele. Greg Nicotero e eu, acreditem ou não, somos muito parecidos. Ele fez um manequim de mim usando o seu rosto e cabeça. E, olhando para as fotos, não dá para dizer que não sou eu.

EW: Então é o rosto de Greg e não o seu.

TEMPLE: A cena do massacre da prisão levou dois dias para ser filmada, e foi esse manequim com a cabeça de Greg Nicotero que Carol usou como um escudo humano. E eu já havia concluído, não estava mais lá. Além do mais, aquele cara se saiu melhor do que eu! Ele não respira, não pisca, fica perfeitamente deitado no cimento, cheio de sangue seco sobre ele! Aquele cara deveria levar os elogios! E ele tomou tiros nas costas! Merece o crédito!

EW: Axel era um personagem interessante, porque em algum momento nós pensamos, hey, esse cara é um pervertido, olhe a maneira como ele assedia Beth. Mas então vimos ele como um tipo inofensivo e inocente.

TEMPLE: Estas são as coisas que pretendíamos mostrar. Eu tinha mais nuances reservadas por dentro daquele uniforme da prisão. Você viu uma tatuagem. A ideia seria que, quando você visse tudo vir à tona, seriam centenas de tattoos, tipo Henry Rollins. Você veria algo relacionado à Supremacia Branca – ou não. Mas ao menos estava ali, caso fosse necessário. O fato de ele dizer que era um usuário de drogas, e depois falar que estava envolvido em um assalto à mão armada – seria ele um mentiroso patológico? Em que acreditar? Eu estava fazendo Axel de forma a ter todas essas nuances a serem exploradas, eu acho que as pessoas depois desse episódio irão dizer – cara adorável. Talvez um cara querendo acertar. Mas eu tinha mais coisas guardadas na manga caso a produção quisesse seguir adiante comigo.

EW: Por um minuto pensei que estaríamos olhando para um triângulo amoroso Axel-Carol-Daryl. O que você acha que teria acontecido em termos de relacionamentos, se Axel não tivesse morrido?

TEMPLE: Eu acho que isso definitivamente aconteceria. Veja, Axel é um cara sozinho. Isso é parte de sua máscara – a necessidade de conectar-se. Ele estava tentando desde o primeiro dia. Então, quando ele conseguiu fazer isso com Carol, isso suporta a ideia de que poderia ter algo mais passional entre eles. Certamente ele estava a fim dela e há aquele momento em que ela entrega-lhe a arma e eles quase se tocam. E nesses dias do Walker World, o toque humano não pode ser subestimado. E isso leva a ideia de que talvez eles estivessem fazendo algo na torre. Mantenha em sua mente, Axel não sabia nada a respeito da relação de Carol e Daryl nesse ponto. E ela não ofereceu nada a Axel, nesse sentido. E bem, nem sempre falamos a verdade. Mas Glen Mazzara já havia comentado que se eu olhasse para Carol, muita gente que já havia se conectado a ela não iria gostar. Então, ela ganhou uma atração do tipo Viúva Negra. Então cuidado, Daryl – abra o olho!

EW: Algo em Axel foi trabalhado e que nós não vimos?

TEMPLE: Há algo no episódio 9, quando Axel descobre que Oscar foi morto, e ele realmente culpa Rick, porque Axel estava muito chateado, e furioso, e nós não vimos sua ira ser mostrada, especialmente fisicamente. Fizemos isso algumas vezes, mas não se encaixou no resto do episódio, pois havia muito de Rick para ser mostrado, bem como Tyreese e o fantasma. Era muita coisa.

EW: Você teve o seu Jantar da Morte, onde o elenco e equipe levam aqueles que irão morrer?

TEMPLE: Tive. Andrew Lincoln normalmente lidera e organiza essas adoráveis ofertas, bem como todos os demais. E você ganha um jantar grátis, o que é legal. É uma grande família e eles fazem coisas tão legais; então foi realmente uma honra ter estado junto a eles.

EW: Você gostaria, sob o ponto de vista do personagem, que Axel pudesse ter tido tempo para crescer?

TEMPLE: Foi pouco tempo para Axel. Havia mais por fazer. Mas estou feliz por estar lá, e para o Governador se vingar, e para que Carol sobrevivesse. Eu servi à história. Estou tão feliz por ter sido parte disso.

EW: O que mais você está fazendo? Você está em The Lone Ranger, certo?

TEMPLE: Estive por três meses no lombo do cavalo, interpretando um ranger. Claramente, baseado no titulo — The Lone Ranger — eu não passo bem nesse quadro. Quando fui selecionado para Walking Dead eu ainda estava fazendo Lone Ranger, então trouxe meu look Lone Ranger com o bigode. Eu acho que todos gostaram do meu bigode profissional.

EW: É tudo sobre o bigode!

TEMPLE: É tudo sobre o bigode, e eu tenho tantos fãs me oferecendo dicas a respeito de cuidados para o bigode que eu realmente agradeço. Eu tenho experimentado muitos produtos bons.

Lew também falou com o Daily Dead sobre o episódio 10: “Home” e divulgou algumas fotos exclusivas das gravações.

O que você achou sobre a morte de Axel no último episódio? Ele faz mais falta do que a Lori? (tive que perguntar haha) Deixem suas opiniões nos comentários abaixo!


Fonte: EW
Tradução: @BinaPic / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA