Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

The Walking Dead 5ª Temporada: Perguntas e Respostas com Melissa McBride (Carol)

Publicado há

em

Melissa McBride, que interpreta Carol em The Walking Dead, fala sobre as filmagens das cenas repletas de ação da 5ª temporada e como Carol mudou desde a 1ª temporada.

P: Conte-nos mais sobre a cena da estreia em que você está andando entre os zumbis que estão em chamas e com uma arma na mão, depois de ter causado a explosão de Terminus. O quão durona você se sentiu?

Melissa McBride: [Risos.] Bem… Foi assustador porque ela poderia ter sido confundida com um walker. Ela está pensando: “Eu vou fazer o melhor que posso aqui e espero que consiga sobreviver”, mas havia uma boa chance de que qualquer coisa pudesse acontecer. Foi incrível filmar tudo isso – as sequências ao entrar em Terminus, a explosão, andar com os wakers em chamas, a luta com Mary, o reencontro – enfim, tudo isso. Não havia nenhuma parte do “mim” ou de Carol se sentindo durona. Não tinha como ser diferente. Isto é o que ela tinha que fazer. É a situação em que estamos.

P: Você teve que passar por um treinamento para sua luta com Mary, em Terminus?

Melissa McBride: Mary e eu caímos pelo chão um pouco, mas os dublês fizeram a parte dos castiçais. Eles não queriam arriscar que qualquer uma de nós caísse de maneira errada ou pegasse fogo. Eles são muito bem treinados e fizeram um trabalho incrível. Nós só continuamos de onde eles caíram no chão.

P: No episódio 06, Carol fala sobre todas essas identidades de si mesma que “queimaram”. Você já experimentou algo parecido? Mudou tanto que a pessoa que você era não existia mais?

Melissa McBride: Com certeza. Eu sinto que ao crescer e passar por experiências de vida, tenho que dizer adeus a diferentes aspectos de mim mesma que não são mais úteis para mim. Acho que estamos sempre em um estado de mudança. É maravilhoso.

P: Que conselho você daria a Carol sobre sua crise de identidade?

Melissa McBride: Eu diria, “Aguente firme. Não perca a cabeça.”

P: Esse é um ótimo conselho para o apocalipse!

Melissa McBride: Sim! Literal e figurativamente.

the-walking-dead-5-temporada-consumed-001

P: Carol mudou muito desde a 1ª temporada. Conhecendo-a tão bem, há alguma parte dela que ainda é a mesma?

Melissa McBride: Definitivamente há aspectos que ela mantém. Há partes dela que eram as melhores partes de mesmo antes do apocalipse. É uma luta para ela se agarrar a isso – saber que essas partes são naturalmente dela; mas se ela deixa vir à superfície, vão causar dor. Você não pode mimar as pessoas. Nutrir é diferente neste mundo. Certamente, a última coisa que ela gostaria de ver é uma faca na mão de uma criança.

P: Foi bom estar de volta com Daryl nesta temporada? Você é um “shipper” e quer que eles fiquem juntos?

Melissa McBride: Eu nem vou falar sobre isso! Eu não quero atiçar esse fogo. Há uma guerra lá fora. Os fãs são muito apaixonados. [Risos.] É muito divertido ver o “shipping”, no entanto. É muito legal.

P: Como foi filmar o acidente da van? Foi assustador?

Melissa McBride: Sim, foi muito assustador. Norman [Reedus] e eu estávamos literalmente pendurados sobre uma ponte real no centro de Atlanta. Ela foi profissionalmente manipulada e preparada por Darrell Pritchett, da equipe de efeitos especiais. Nós confiamos as pessoas com quem trabalhamos, mas nunca tinha visto nada desse ponto de vista antes e espero nunca ter que fazer isso novamente. Estávamos vendo o chão de um ângulo… Quando a van cai, obviamente não somos nós. Aqueles eram bonecos feitos por Greg Nicotero e sua equipe. Uma vez que ela caiu, voltamos para dentro da van e nos impulsionamos um pouco para frente; e foi isso.

the-walking-dead-5-temporada-consumed-002

P: Rick (Andrew Lincoln) expulsa Carol da prisão na última temporada. Você acha que poderia sobreviver por conta própria durante um apocalipse ou você iria precisar de uma equipe? Para onde você iria se estivesse por conta própria?

Melissa McBride: Eu sempre pensei que seria divertido encontrar um balão de ar quente e ficar fora da terra por tanto tempo quanto fosse possível. Eu acho que é ótimo ter uma equipe ao seu lado. Você pode fazer muito por conta própria. Mas, ter um outro ser humano para compartilhar uma palavra ou toque lembra que você está neste mundo e ainda está vivo. Isso é uma grande coisa.

P: Você teve, provavelmente, a fala mais citada da 4ª temporada: “Olhe para as flores.” Como foi filmar esse episódio? Desde que foi ao ar, houve algum encontro memorável com os fãs em relação a isso?

Melissa McBride: Brighton Sharbino, Kyla Kenedy e Chad L. Coleman foram todos tão maravilhosos no episódio. Foi tão íntimo. As crianças estavam tão preparadas e profissionais. Foi comovente e difícil e sinto como se uma parte de mim tivesse se afastado naquela cena em que Carol puxa o gatilho. A coisa número 1 que os fãs querem é que eu autografe uma foto com “Olhe para as flores. Com amor, Melissa.”

P: Há uma hashtag #TeamCarolBoots no Twitter. Você já ouviu falar disso? Você está pensando em adquirir um par?

Melissa McBride: Eu ouvi sobre isso. Eu acho que é ótimo. Há um monte de fãs no Twitter que enviam fotos de suas botas. Essas botas são poderosas.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: AMC
Tradução: Mydiã Freitas / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA