Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

REVIEW S04E15 – Us: No fim do túnel

Publicado há

em

Se você terminou o episódio da semana passada se sentindo deprimido e pensando seriamente em parar de assistir The Walking Dead, não se preocupe. The Grove pode ter alcançado o posto de episódio com um dos momentos mais sombrios da série, mas Us veio para trazer um pouco de esperança antes da season finale e provar que nem tudo é dor em TWD.

Como era esperado, Glenn e Maggie se reencontraram. Em parte por que Glenn foi determinado, em parte porque os roteiristas resolveram pegar leve e aliviar um pouco a tensão deixada pelo incidente “olhe para as flores”. Sem dúvidas, esta era hora de encontrar Maggie, pois Glenn não conseguiria sobreviver por muito mais tempo se continuasse seguindo naquele ritmo.

Até o último momento ficamos em dúvida do que ele seria capaz de fazer para encontrar Maggie. Presenciamos Glenn recusando a ajuda de Abraham e seu grupo, vimos quando ele declinou a oferta de levar Eugene para Washington e possivelmente encontrar uma cura ou ao menos uma explicação para a infestação. E como se a obstinação não fosse suficiente, vimos Glenn entrar num túnel escuro repleto de walkers, arrastando Tara consigo. Por fim, foi um alívio perceber que abandonar a garota para morrer não era uma das opções.

the-walking-dead-s04e15-us-017

Enquanto a trama de Us segue o obstinado Glenn, temos tempo de aprofundar nossa conexão com Tara, Abraham, Eugene e Rosita. Em busca de redenção pelo que aconteceu na prisão, Tara se dispõe a ajudar na busca por Maggie. Dessa forma ela ganha de vez um passe para os personagens que devem fazer parte do novo grupo de Rick (se é que isso ainda vai acontecer).

Já o alívio cômico ficou por conta de Eugene, o gênio viciado em games, que não tem papas na língua. Seja interagindo com Tara, Abraham ou Rosita, ele tem sido a fonte de risadas dos últimos episódios e deve continuar neste ritmo daqui para frente, já que ele e seus companheiros resolveram seguir para Terminus com o restante do grupo.

Ao que nos leva a uma pequena contagem. Pare e pense. Do elenco regular que conseguiu sobreviver à prisão, quem está faltando? Desde a mid season, apenas dois personagens que escaparam estão claramente mortos: Lizzie e Mika. O restante dos sobreviventes conseguiu/tem conseguido fazer seu caminho para Terminus, onde devem se encontrar e provavelmente se reagrupar.

Apenas uma pessoa tem paradeiro incerto, que é Beth. Desde Alone, nem um sinal de onde ela possa estar, mas se todos os caminhos levam a Terminus é bem provável que ela também faça sua aparição por lá.

daryl-dixon-the-walking-dead-s04e15-us

É lá também que veremos Rick, Michonne e Carl se reencontrarem com Daryl, agora que temos certeza de que o seu novo grupo de companheiros está seguindo o rastro de Rick, graças ao incidente em Claimed. É óbvio que se tiver que escolher entre Joe e Rick, Daryl vai ficar do lado de seus antigos amigos, entretanto quanto mais tempo passa na companhia desse camaradas, mas ele fica parecido com o bando.

Por sorte não teremos que nos preocupar muito mais tempo com o grupo de Joe, já que finalmente tivemos um pequeno relance do Santuário. Fazendo justiça ao anúncio de que “todos são bem vindos”, o lugar aparenta não ter nenhum tipo de restrição quanto à entrada de pessoas, ou nenhuma preocupação com sentinelas e trancas. Pode ser de fato a luz no fim do túnel. Pode ser um recomeço. Mas pode ser outra coisa… Afinal de contas, Woodbury também parecia ser um lugar aconchegante e receptivo.

(Caso você queira ficar por dentro das especulações sobre o Santuário clique aqui).

A season finale está aí e por mais que doa, por mais que deixe um rebanho de gente revoltado, até hoje todo fim de temporada teve a morte de um personagem do elenco principal. Então enxugue as lágrimas e escreva nos comentários quem você acha que vai deixar a série. Não se esqueça de trazer argumentos, NÃO POSTAR SPOILERS e moderar a linguagem, ok?

Um abraço e nos vemos em Terminus.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA