Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

REVIEW: Episódio de estreia traz mudanças e prepara o terreno para um futuro sombrio

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do primeiro episódio da quarta temporada, “30 Days Without an Accident” (30 Dias sem acidentes).

Olá, meu nome é Felipe Correa, sou responsável pelas legendas, traduções e, a partir de agora, também pelas reviews dos episódios de The Walking Dead.

Após quase 7 meses de espera, finalmente nos reencontramos com os sobreviventes do apocalipse-zumbi que conquistaram o mundo. E se a tarefa de um season premiere é preparar terreno para a estrutura narrativa da temporada, pode-se dizer que este “30 Days Without an Accident” (30 dias sem acidentes) foi bem-sucedido.

Desde o anúncio de mais uma troca de comando – Glen Mazzara deu lugar a Scott M. Gimple – havia a desconfiança por parte dos fãs sobre o futuro da série. Particularmente, penso que ter tantos showrunners diferentes fez bem para a série, já que a tarefa de se reinventar a cada temporada fica bem mais fácil e autêntica desta forma. Mas isso é assunto para outro momento.

O fato é que o episódio aprovou na apresentação de novos personagens, locações e tramas, sem perder em dinâmica e intensidade.

The-Walking-Dead-4-Temporada-Episodio-1-30-Days-Without-an-Accident-012

Algumas observações:

– Vimos um Rick mais leve e disposto a ouvir, mas ainda com traços da insanidade causada por tantas tragédias – vide o momento em que ele desenterra uma arma tranquilamente, com fones de ouvido, sem dar atenção às centenas de walkers ao redor;

– Interessante ver no que deu a chegada dos habitantes de Woodbury à prisão: a mistura do senso de comunidade e organização da ex-terra do Governador com a independência e coragem dos sobreviventes liderados por Rick – uma mistura que parece ter feito muito bem a todos. A dúvida é até quando?

– Parece uma clara brincadeira com os fãs o que vimos de Daryl no início do episódio – o personagem interpretado por Norman Reedus tornou-se uma verdadeira celebridade na Prisão e todos querem tê-lo por perto. Seria uma alfinetada naqueles que alegam que deixarão de assistir à série caso Daryl morra?

– A tal nova ameaça parece próxima de ser apresentada. Vemos o clima de tranquilidade na iminência de ser interrompido com o aumento de walkers nas cercas da prisão e, posteriormente, sendo de fato interrompido na mal-sucedida ronda que culmina com a morte de Zack;

– Novos romances surgindo – Tyreese e Karen parecem estar “se conhecendo melhor”, coisa que Beth e Zack aparentemente não tiveram tempo de fazer;

– Por sinal, a frieza da antes frágil e ingênua Beth chega a assustar;

– Um dos personagens que promete ser importante na temporada, Bob Stookey, foi apresentado. E mesmo com poucas falas, Larry Gilliard Jr conseguiu explicitar as características marcantes de Bob – sombrio, alcoólatra e cheio de feridas emocionais;

– Michonne possui um novo animal de estimação, o cavalo “Flame”. Convenhamos, bem melhor que os dois zumbis sem mandíbulas. O que não mudou foi a obsessão de localizar (e punir) o Governador;

– Fim da ditadura: como prometido, Rick deixou de governar sozinho e agora há um conselho (Daryl, Glenn, Carol, Sasha e Hershel) responsável pelas decisões e pela administração da Prisão;

– De arrepiar o encontro na floresta entre Rick e a mulher suja (Clara), que só queria ajudar o marido (que aparentemente não podia mais ser ajudado). Só não entendi por que ela precisava encontrar com Rick para acabar se esfaqueando. Não podia ter feito isso antes?

– Glenn e Maggie preocupados com um possível bebê a caminho, o que é posteriormente descartado pela filha de Hershel. A questão aqui é notar que, obviamente, o casal diverge em relação à possibilidade de gerar uma criança. Novas “D.R.’s” a caminho?

– Para terminar, o fim não podia ser mais característico: descobrimos que Patrick não estava fingindo passar mal e que está se transformando. Não é difícil imaginar o estrago que um zumbi pode causar num ambiente fechado e agora superpovoado.

The-Walking-Dead-4-Temporada-Episodio-1-30-Days-Without-an-Accident-021

O que esperar do próximo episódio, “Infected”? O nome sugere um episódio cheio de sangue e suspense. Tudo aquilo que faz de The Walking Dead o sucesso que a série se tornou.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA