Siga-nos nas redes sociais

Talking Dead

Talking Dead Brasil #19 – Mindy Kaling e Michael Cudlitz

Publicado há

em

No Talking Dead da última semana, Chris Hardwick recebeu no seu ex-sofá da morte Michael Cudlitz (o intérprete de Abraham Ford) e MindyKalin (da série The Mindy Project). No lugar do pudim de Carl e dos coelhinhos de Lizzie, o “Crazy Cheese” de Michonne fará sua participação especial no talk show. Confira abaixo tudo que rolou durante o programa:

CHRIS HARDWICK: Michael, ficamos tão felizes quando soubemos que Abraham faria parte da série de TV! Fãs da HQ também ficaram muito felizes. Como você se preparou para esse papel?

MICHAEL CUDLITZ: Toda a preparação para Abraham foi feita através dos quadrinhos. Eu perguntei a Scott Gimple o quanto a série seria baseada na HQ e o quanto se desviaria dela, pois na HQ ele aparece em um outro momento, com uma outra estrutura de grupo. Ele então disse que a história pregressa, o momento emocional de Abraham seria exatamente o mesmo dos quadrinhos, por que é incrível, já que na HQ ele está vindo de um verdadeiro turbilhão emocional e familiar.

CH: Então, onde ele está emocionalmente no show no momento em que o vimos?

MC: Há muita história que ficou para trás em relação a como ele se sente agora, mas neste momento ele está muito focado e muito orientado para a missão que assumiu. Ele tem essa missão com Eugene, com Rosita, eles foram parte de um grupo maior durante o tempo em que se passou do apocalipse até o presente, mas veremos isso mais tarde. Apenas restaram eles. Sua maior preocupação no momento é proteger Eugene, leva-lo a Washington e salvar o mundo do que está acontecendo.

Talking-Dead-Episodio-S04E11-Claimed-001

CH: Mindy, o que você está achando de Abraham? Você confia nele?

MINDY KALIN: O nome dele é Abraham Ford. Ele tem nome de presidente, do cara que matou o presidente, é um nome legal e intenso. E a sua voz no show parece um grande rosnado, é uma interpretação forte e intensa. Eu estou bem entusiasmada.

CH: Aproveitando o ensejo, gostaria de dizer que “Dick” está nos Trending Topics, graças ao “son of a dick”, que foi hilário! Parece que tudo vende melhor quando se tem um cavanhaque. (risos)

MC: Bem fica bem melhor do que “son of a bitch” (risos)… eu fiquei pensando, eu gostei disso.

CH: O que você acha que acontece com Glenn, que prefere neste momento salvar a mulher a salvar o mundo. Abraham parece ser uma pessoa bem intencionada, e tem como objetivo salvar o mundo, mas Glenn está obstinado em encontrar a sua esposa.

MK: Bem, a mulher dele é a mulher mais gostosa que eu já vi na minha vida (risos), então eu entendo. Acho que isso foi super romântico da parte dele!

MC: Um pouco dramático, talvez (risos), ele não falou em namorada, falou em “minha esposa”…

CH: Mas até esse momento na série esta é a primeira vez em que alguém se encontra diante desta escolha: salvar um ente querido ou salvar o mundo.

MC: Mas o mundo se tornará um lugar melhor uma vez que ele a salve. Se você nao tem por perto aquelas pessoas que você ama, quem vai dar importância?

CH: E você respeita o cara de mullets? Houve até toda uma manifestação dizendo “Respect the Mullet”.

MC: Você ainda encontra muita gente com esse cabelo na Georgia.

MK: Mas é claro que não! Quando ele diz que é um cientista e que vai salvar o mundo eu olho e digo “eu sou uma neurocirurgiã”! Todo mundo pode dizer que é o que bem entender naquele mundo!

CH: Por que você acha que Abraham é tão leal a Eugene?

MC: Por que ele estaria morto em dois segundos! (Risos)

CH: Eu acho que Abraham é leal a Eugene por que Eugene simplesmente o bota no seu lugar e ainda diz “eu sou mais inteligente que você”, e Abraham apenas fica quieto.

MC: Eu acho que ele acredita que realmente ele tem a resposta, e, portanto, é mais inteligente que Abraham naquele momento. Ele é o cientista que vai salvar o mundo. Ele tem que ir a Washington DC, e essa é a missão.

CH: Você acompanharia Abraham ou Glenn?

MK: Eu acho que sairia gritando rua afora, pedindo para morrer! Eu acho que ficaria com Glenn, por que eu conheço ele! (Risos)

MC: Sim, todo mundo está com ele há quatro temporadas!

Talking-Dead-Episodio-S04E11-Claimed-002

• O segundo quadro, como de costume, inicia com um fã escolhido na plateia fazendo sua pergunta aos convidados.

– Por que Abraham sorri ao matar os walkers?

MC: Ele ama matar walkers! É o elemento dele, é o que precisa ser feito e não é nada difícil.

CH: Acredito que para ser membro daquele grupo você tem que aceitar algumas coisas…

MC: Bem, eles não são mais algo novo, não é algo como uma cobra cascavel para uma pessoa da cidade, que olha e se assusta. Os walkers estão por todos os lugares.

O “prêmio” pela pergunta é uma amostrinha do Crazy Cheese de Michonne.

CH: Surpreso por Glenn ter dado o primeiro soco em Abraham?

MK: Bem, ele está longe de sua mulher agora…

MC: Eu acho que ele estava querendo morrer! (Risos)

CH: É que eu não esperava, assim como não esperava que George McFly batesse em Beef (o entrevistador faz alusão ao filme De Volta Para O Futuro), ele simplesmente se virou e BAM! E você não pareceu se importar…

MC: Aquela foi uma briga diferente. Eu o vi, era uma pessoa forte e que sabia lutar, apesar de ter desmaiado por um tempo. Ele era uma pessoa capaz e importante para a minha missão. Então achei melhor segui-lo em sua trilha para depois convence-lo a ficar e ajudar na minha missão. Por que, no fim das contas, o que é mais importante? Salvar o mundo ou a quem se ama?

CH: Como foi fazer a cena da briga?

MC: Foi muito legal. Na verdade essas lutas são coreografadas para que ninguém saia ferido. Steven foi fantástico durante a briga e é alguém fantástico de se trabalhar junto. Se olhássemos de fora para essas duas pessoas, obviamente Abraham o destruiria, então como fazer? Abraham vai ficar meio atordoado e vai tentar conversar com Glenn a respeito. Ele tenta se basear com o que aconteceu na sua vida e na perda que ele teve, e como processar essa morte, por que, estatisticamente, essa pessoa tem grandes chances de estar morta e você tem que seguir adiante. Glenn sente o golpe e aí tudo aquilo acontece… Ele está usando a roupa de choque, as pessoas tentam nos separar, aparecem os walkers, ocorre toda aquela desorientação. A ideia é que ele não estava tentando matar Glenn, estava tentando fazer ele abrir os olhos.

CH: Como você acha que seu personagem mudará a dinâmica do show?

MC: Não mudará. (Risos) Bem, haverá alguns momentos mais leves no começo, um lampejo de humor, o mullet salvando o mundo. Acho que essa será a mudança no show, trazer momentos mais leves. (risos)

MK: Michonne também é hilária! (risos)

CH: Quem é o personagem que você escolheria para te proteger?

MK: Daryl!

MC: Bem, eu vou mata-lo em dois episódios, e… (o ator brinca com a plateia, fazendo suspense) Ei! Brincadeira!!! (Risos) Eu lembro de quando consegui o trabalho, as primeiras mensagens que eu recebi eram “acho bom que você nao mate o Daryl!” Por que eu mataria o Daryl????

Talking-Dead-Episodio-S04E11-Claimed-003

• No final do segundo quadro alguns minutos são dispensados para o adeus aos mortos do episódio, no quadro In Memoriam:
– Os walkers de Abraham
– Walkers do Milharal
– Cara mau no banheiro
“Nesse mundo novo e perigoso, você nunca pode baixar a guarda… mesmo no banheiro.”

• Na abertura do terceiro quadro, Andrew Lincoln fala sobre o episódio, mais especificamente de Rick confrontando os invasores que entravam na casa onde ele, Carl e Michonne estavam.

“O que adoro nesse episodio é que vemos um homem muito, muito assustado. É como se ele estivesse em Missão Impossível ou Fuga de Alcatraz. É sobre um homem acordando e se dando por conta de que está em extremo perigo, muito vulnerável, e é sobre um homem tentando escapar disso. Estamos a um ano e meio do apocalipse e tudo o que vemos é que as pessoas se tornaram saqueadores nômades e seres humanos despersonalizados. As pessoas que estão sobrevivento nesse mundo são bandidos, assassinos, vândalos, estupradores, e ele se dá por conta de que ele está em grande perigo. Não há realmente segurança naquele lugar.”

CH: Qual a sua reação ao ver Rick debaixo da cama?

MK: Foi legal, assustador. Cale a boca, por favor, Rick!

CH: E a cama rangendo em cima dele?

MC: Esse é um clássico de filmes de terror! Foi ótimo!

CH: Eu imagino que se fosse Abraham debaixo da cama ele simplesmente se levantaria, jogando a cama para trás com o corpo e bateria em todo mundo.

MC: Ele simplesmente mataria a todos.

• Mais uma pergunta vinda de fãs, via Facebook, foi repassada aos convidados:

Vocês acham que Glenn poderia matar Tara para conseguir sobreviver, da mesma maneira que Shane fez com Otis?

MK: Eu não acho. Eu acho que ele é um daqueles personagens que pode ser visto tendo realmente ataques de raiva e agindo de maneira forte, mas não acho que ele mataria uma mulher

CH: Cada personagem parece ter uma espécie de um período sombrio, e parece que o de Glenn aconteceu logo depois de Maggie ter sido ameaçada pelo Governador. Mas ele parece estar um pouco de volta. E Michonne se abrindo para Carl, escolhendo a vida, este é um lado de Michonne que você gostaria de ver ou prefere ela matando zumbis?

MK: Bem, agora a Michonne até sorri! Eu estou gostando, eu acho o relacionamento dela com Carl tão fofo!

MC: Eu acho que é importante sabermos o porquê dessas pessoas serem como são, todos os personagens. É importante pegarmos eles em um momento mais introspectivo e conhecermos mais de suas histórias passadas. Por que tanta raiva? Por que o ódio? Por que você faz o que faz? Então é importante temos esses momentos para saber mais sobre ela, sua conexão com Carl, sua perda enquanto mãe e o quanto ela não conseguiu proteger o seu filho, não importa o que aconteça. Assim como foi importante ver a deterioração do relacionamento dela com seu amante e como ele e o amigo acabaram se tornando seus “guardiões”. É incrível.

Talking-Dead-Episodio-S04E11-Claimed-004

• No quadro Inside the Dead algumas curiosidades sobre o episódio foram mostradas:

– A atriz Christian Serratos diz que ela é o extremo oposto de sua personagem valentona, Rosita. Christian tem tanto medo de facas que ela prefere comprar alimentos que não precise cortar.
– O grupo de efeitos especiais usou vários métodos para simular as balas atingindo os alvos. Alguns membros do elenco estão atirando bolinhas de barro com armas de paintball
– Andrew Lincoln faz várias de suas cenas de ação, incluindo essa queda do telhado. Ele diz que a parte mais perigosa é quando ele acaba sendo distraído por Norman Reedus, que ficava mostrando a bunda lá do andar de baixo.

• No início do quadro seguinte, mais um fã da plateia faz sua pergunta ao elenco:

– Você acha que Michonne será uma melhor mãe para Carl do que Lori?

CH: Wow! Esta é uma pergunta difícil… Lori não está mais viva…

MC: Não, eu acho que não. Eu acho que ela pode ser uma amiga legal, uma pessoa em quem confiar, alguém legal de se ter por perto quando se está crescendo, mas a sua mãe é a sua mãe. Lide com isso.

CH: Eu vejo mais Michonne como uma irmã mais velha para Carl…

MC: Bem, não sabemos os detalhes… ela teve um filho e não tem mais. Não sabemos o que aconteceu…

MK: Eu concordo, ela está mais para uma assustadora irmã mais velha. Ela pode ficar braba com algo e ficar duas semanas sem falar contigo! (Risos). Então acho que Lori é… pois é.

Talking-Dead-Episodio-S04E11-Claimed-005

E mais uma fã ganhou uma amostrinha de Crazy Cheese…

CH: Esse programa fica cada vez mais estranho, e é completamente minha culpa! Pudim, Crazy Cheese, Terça-Feira do Espaguete… bem… Considerando tudo o que Carl passou, por que Michonne não quis que ele visse o que havia naquele quarto?

MC: Eu não sei, cara… o garoto atirou na cabeça da mãe.

MK: Não acho que foi grande coisa. Eu acho que aquilo foi um pacto suicida!

MC: Sim, mas por que ele precisaria ver aquilo de novo? Acho que foi uma maneira que ela encontrou de protege-lo de mais coisas ruins.

CH: Acho que todos tiveram um momento de alegria nesse episódio. Carl e Michonne na hora do café da manhã, até Carl lembrar de Judith; Abraham sorrindo ao matar os walkers e isso sendo notado por Tara…

MC: Sim! “Olhe, você está sorrindo!” “Ora, cala a boca!” (Risos)

CH: Por que você acha que Michonne escolheu aquele momento para falar a Carl sobre o seu filho?

MC: Eu acho que ela estava procurando uma oportunidade de se reconectar. Sabe, ela se abriu, se abriu para Daryl, Danai também já falou sobre como é viver nesse mundo novo e de como ela precisa viver no presente, e eu acho que e parte dessa sua abertura para o mundo. E como ela já foi mãe, achou que aquele era o momento correto para se conectar a Carl. Ela sabe do que ele precisa.

CH: Vocês acham que Michonne e Carl formam uma equipe melhor que Rick e Carl neste momento?

MK: Eu acho que sim, mas por que Carl está meio insolente com o pai ultimamente.

CH: Insolente? (Risos) “Eu quero que você morra!”

MK: Eu fico feliz que isso tenha terminado um pouco, ao menos por agora.

MC: Mas ele também está naquela idade em que é esperado que ele seja um mala… (Risos) É um adolescente!!! “Ai, meu pai não fez nada, não protegeu o grupo e não conseguiu manter a prisão!” Cara, cala a boca! (Risos) Você não tem ideia do que é isso! Vai brincar com seu amiguinho imaginário!!! Opa… você não tem amiguinhos! Vai ver que é esse o problema! Falta amigos para ir se trancar no quarto e ficar no videogame! (Risos)

Talking-Dead-Episodio-S04E11-Claimed-006

CH: Parece que Terminus vai ser a terra prometida que todos estão procurando nesta parte da temporada. O que você acha que Terminus é?

MK: Eu espero que seja um lugar melhor e sem o Governador por lá. Um lugar de gente bonita oferecendo comida, fazendo exercícios, talvez Rick encontre uma namorada… Não quero que seja parte de um culto, que sacrifiquem humanos para dar de comida para os zumbis e nem para uns aos outros!

CH: Mas você realmente quer que eles vivam esta utopia? Por que a tônica do show é dar-lhes alguma esperança para depois tirar-lhes tudo.

MC: Bem, Terminus deve ser um lugar legal, com um enorme carrossel e eles serão felizes para sempre! (Risos)

CH: Sim, mas então é o fim da série! (Risos) E, a partir dali ela vira um sitcom! E como vocês comparam Rick e Abraham enquanto líderes?

MC: Eu acho que são tipos diferentes de liderança. Acho que Abraham é altamente competente em cumprir missões e atribuir tarefas. Rick consegue ver o todo e enxergar as consequências de tudo.

CH: Então Abraham seria uma versão militar de Daryl? Aquele lugar-tenente que não quer ser o líder?

MC: Talvez, mas Daryl teve uma evolução maravilhosa como personagem. Ele é esperto, capaz, é um sobrevivente.

• Ao final do programa foi mostrado um trecho do próximo episódio de The Walking Dead, com Daryl e Beth e, em seguida, tivemos o resultado da enquete da noite:

“O que foi a coisa mais aterrorizante do episódio?”

2% Os zumbis no milharal
24% O quarto rosa assustador que Michonne encontrou
32% A gangue de invasores que aprisionou Rick
42% O mullet de Eugene

E NO PRÓXIMO TALKING DEAD:

Norman Reedus (Daryl Dixon), Emily Kinney (Beth Greene) e JB Smoove (comediante)

norman-reedus-emily-kinney-jb-smoove-talking-dead-s04e12-still-post

VEJA TAMBÉM:

• Talking Dead Brasil #18 – Joe Kernen, Jim Gaffigan e Alana Masterson

• Talking Dead Brasil #17 – Greg Nicotero e Danai Gurira

• Talking Dead Brasil #16 – Robert Kirkman, Lauren Cohan e Scott Wilson

• Galeria de imagens do Talking Dead

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA