Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

The Walking Dead 5ª Temporada: Perguntas e Respostas com Emily Kinney (Beth Greene)

Publicado há

em

Emily Kinney, que interpreta Beth Greene em The Walking Dead, fala sobre o retorno de sua personagem e o que o programa a ensinou sobre matar zumbis.

P: Beth ficou mais próxima de Daryl na última temporada. Você e Norman Reedus se aproximaram mais no set?

Emily Kinney: Com certeza. Eu o considero um bom amigo. Quando Beth e Daryl se aproximaram, Norman e eu também nos aproximamos, porque éramos os únicos filmando aquele episódio. Eu confio nele e sinto essa conexão na vida real. Ele vive o momento de um jeito tão bonito. É bem inspirador.

P: Daryl também da a Beth sua primeira bebida alcoólica. Você já experimentou Moonshine?

Emily Kinney: Eu experimentei Moonshine com Scott Wilson, que interpretou Hershel. Ele convidou eu e Lauren Cohan (Maggie) para tomar durante a segunda temporada, logo que nos conhecemos. Bebemos Moonshine com maçãs fritas e estava delicioso, mas é muito pesado.

P: Você ficou preocupada da Beth não retornar para essa temporada depois que ela foi sequestrada na temporada passada?

Emily Kinney: Eu sabia que ela iria retornar, mas não me contaram nada sobre onde ela estaria, nem com quem, e nem quanto tempo levariam para a encontrar.

beth-noah-slabtown-the-walking-dead-5-temporada

P: O que você esperava que aconteceria com ela? Quão longe você foi no pensamento?

Emily Kinney: Eu estava pensando todo tipo de coisa. Estava certa sobre ela precisando de algumas coisas que ela aprendeu na quarta temporada, assim como o tipo de ambiente que ela pararia. Pensei que ela precisava ser um pouco mais independente e durona. Senti que ela iria parar em uma sociedade diferente com um grupo totalmente diferente, mas não tinha ideia de como seriam os personagens que ela encontrou.

P: No episódio 4 da quinta temporada, “Slabtown”, Beth ajuda no hospital em que ela está presa. Você consegue imaginar um drama zumbi no hospital?

Emily Kinney: [Risadas] Usaram todos esses termos médicos, e conversamos como se estivéssemos participando de um episódio de Grey’s Anatomy ou um programa jurídico usando todas essas gírias. Então em minha mente, eu definitivamente pensei sobre um programa de hospital que se passa no apocalipse zumbi. Foi interessante.

beth-slabtown-the-walking-dead-5-temporada

P: Beth escuta alguns discos com Dr. Edwards (Erick Jensen) enquanto estão no hospital. Como uma cantora/compositora, você tem afinidade com álbuns de vinil? Você coleciona algum?

Emily Kinney: Acho engraçado porque agora podemos só baixar qualquer coisa. Acho que ultimamente gostamos de tocar e sentir coisas. Se realmente amamos um artista, queremos ter recordações. Ter um álbum nunca será totalmente digital. Quando você coloca o álbum para tocar, soa diferente do seu iPod. Quando você põe um álbum pra tocar, é um sentimento diferente de quando você só coloca seus fones de ouvido.

P: Seu EP “Expired Love” já está disponível…

Emily Kinney: Uma das músicas do novo EP é uma que eu cantei na temporada passada no programa. Se chama “Be Good” e eu acho que muitos fãs de The Walking Dead se interessariam por ela. Eu amei cantá-la no programa e nesse EP eu a refiz, e estou bastante empolgada com isso.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: AMC
Tradução: @LaisYes / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA