Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Post-Mortem do episódio 4×15 – “Us” com Robert Kirkman

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do décimo quinto episódio da quarta temporada, “Us” (Nós).

O site oficial de The Walking Dead da Skybound conversou com o homem no comando, Robert Kirkman, para fazer algumas perguntas rápidas sobre o episódio do último domingo da quarta temporada de The Walking Dead. Confira:

TheWalkingDead.com: Neste episódio vimos mais da dinâmica entre Abraham, Rosita e Eugene – porque você decidiu ficar tão fiel aos quadrinhos nesses personagens em particular? Foi uma influência do showrunner Scott Gimple?

Robert Kirkman: É, Scott Gimple é definitivamente o cara fã dos quadrinhos e ele é fã desses personagens. Mas também, eu acho que o enredo de Eugene, Rosita e Abraham e sua missão de chegar a Washington D.C é uma grande parte do que vamos fazer no show em um futuro próximo. Se você conhece os quadrinhos, você pode ter uma ideia a respeito de onde as coisas podem possivelmente estarem indo, e estamos mantendo esse enredo bastante fiel quando se trata desses personagens. E eu acho que mante-los no modelo, pode-se dizer, é uma parte importante do que estamos fazendo na sequência.

TheWalkingDead.com: Eugene se prepara para ser um personagem engraçado. Nós gargalhamos quando ele se despede de Tara de forma desajeitada. Será que o fundo de comédia de Josh McDermitt poderá influenciar na maneira em que você forma o Eugene? Ou será que você sempre olhou para Eugene como um personagem cômico?

RK: Scott, eu e todos os escritores na sala de roteiristas definitivamente olhamos para Eugene como um personagem onde há certamente um espaço para trazer um pouco de leveza a situação. Mas eu vou dizer que o teste de Josh McDermitt era a coisa mais engraçada que eu já vi. Espero que eles coloquem no DVD, ou algo assim, porque foi incrível. Também tinha um pouco de diversão na escrita – acho que foi Seth e Scott – eles escreveram uma cena de Eugene em uma reunião do colégio porque queriam jogar com o personagem e ver o que o ator poderia fazer, logo não foi uma cena do seriado. Era uma grande cena e Josh matou. Então, quando você sabe que pode realmente confiar em um ator para certos tipos de coisas, isso inspira você, quando você está escrevendo scripts, fazendo essas coisas.

the-walking-dead-s04e15-us-009

TWD: Existe alguma preocupação em se tornar muito cômico?

RK: Não, acho que temos um bom equilibro. Claro que se você deixar as coisas muito cômicas, há uma chance de você deixar os elementos mais escuros do show menos importantes ou menos reais, mas eu acho que há espaço para isso e estamos observando essa linha bem de perto.

TWD: The Walking Dead tem uma lesbica, três personagens principais negros, uma personagem principal latina, um personagem principal da Ásia, um casal interracial, um ruivo e um com mullet. The Walking Dead é o show mais etnicamente diverso da televisão? Afinal, isso foi intencional?

RK: Eu sinto que nós não estamos fazendo o suficiente, então… é definitivamente intencional. Nós não temos um personagem muçulmano, e isso é algo que tem estado em minha mente. Eu acho que é importante para, finalmente, mostrar a diversidade da população americana e eu particularmente sinto a responsabilidade, porque o show é tão popular e assistido, de usa-lo como uma oportunidade de ter diversos personagens que você normalmente não vê na televisão. Eu sinto que seria errado para nós não usarmos isso como uma oportunidade. E todo mundo no seriado é capaz de contar grandes historias e adaptar a história dos quadrinhos e honrar o que fazemos nos personagens. Alguns deles vem dos quadrinhos, mas é realmente apenas uma questão de contar histórias interessantes e esses fundos certamente vão adicionar elementos interessantes ao show. Eu espero que nós continuemos com essa tendência de avançar.

TWD: A caverna desse episodio foi destruída. Eu continuo esperando por vocês arrumarem formas legais de continuar com os zumbis.

RK: Eu não acho que iremos ficar sem formas interessantes de matar pessoas, então eu acho que nós somos bons nisso.

TWD: Você se lembra quem veio com a ideia de sedimentar zumbis na lama?

RK: Eu sei que Scott Gimple tinha um roteiro muito desenvolvido para a metade passada dessa temporada, então eu seria capaz de apostar que ele tem uma grande parcela de culpa nessa sequência. Em seguida, Seth e Ângela teriam definitivamente apoiado, então teria sido uma colaboração entre os três. Eu posso dizer que eu não tinha nada a ver com isso, por isso se você gosta dele, não me dê nenhum credito. Muito obrigado.

the-walking-dead-s04e15-us-015

TWD: O grupo de sobreviventes que Daryl se junta têm seu próprio código de honra e um conjunto de regras que são uma lembrança dos Salvadores, nos quadrinhos. Onde você costuma começar a construção de uma nova comunidade? Com o seu líder? Sua dinâmica ou de onde eles são, originalmente?

RK: Ela começa com a forma de como as pessoas sobrevivem nesse mundo. Se suas maneiras são diferentes, se regras diferentes e métodos diferentes ajuda e se eles podem se transformar em um grupo. Um líder pode surgir a partir disso ou você pode começar a ser um líder, mas várias coisas são diferentes para os grupos que encontramos e não há uma forma definida para se chegar a isso.

TWD: Algo que ainda não discutimos foi a possibilidade de alguma ligação com a Telltale Games. Será que algum dia veremos alguém daquele universo aparecendo no show?

RK: Eu não poderia descartar completamente, mas atualmente não temos planos. Então, é possível. Poderíamos ter alguns personagens do jogo no seriado, mas como eu disse, não temos planos ainda.

TWD: Você pode nos dizer alguma coisa sobre o Terminus? É uma boa noticia ou uma má noticia?

RK: Terminus poderia ser o que vemos ou poderia estar escondendo algo mais escuro. Nós tentamos mudar as coisas, por isso é totalmente dentro do reino de possibilidades de que o Terminus seja sobre limonada, sol, poltronas e pijamas. Então, vamos ver, talvez essa temporada tenha um final feliz.

O que você achou do episódio “Us”? O que será que aguarda o nosso grupo de sobreviventes no Terminus? Mais alguém achou que aquele churrasquinho que a Mary estava preparando poderia ser da nossa cantora desaparecida? Deixem seus pensamentos nos comentários abaixo. The Walking Dead retorna no próximo domingo com o último episódio da quarta temporada, “A”.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: The Walking Dead da Skybound
Tradução: @LuanaSieb / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA