Siga-nos nas redes sociais

Walking Dead Brasil

Elenco de The Walking Dead revela um lado mais leve do apocalipse zumbi na Comic Con

Publicado há

em

Nem mesmo a presença de um fã totalmente vestido de “walker” não foi o suficiente para perturbar os atores da série numa sessão de Perguntas & Respostas.

Você pode conhecê-los como um grupo heterogêneo de seres humanos que está lutando para sobreviver em um mundo infestado por zumbis, mas o elenco de The Walking Dead pôde deixar a determinação de lado e fazer uma apresentação surpreendentemente divertida na sexta-feira, na Comic Con.

O evento, que ofereceu aos fãs um vislumbre da nova temporada da série, que estreia em outubro, foi um dos mais esperados da convenção. O painel, mediado por Chris Hardwick e composto pelos atores Andrew Lincoln (Rick Grimes), Chad Coleman (Tyreese), Norman Reedus (Daryl Dixon), Steven Yeun (Glenn Rhee), Lauren Cohan (Maggie Greene), Danai Gurira (Michonne), Melissa McBride (Carol Peletier), Chandler Riggs (Carl Grimes) e Michael Cudlitz (Abraham Ford), além do criador da série de quadrinhos, Robert Kirkman, e dos produtores executivos Scott Gimple, Gale Anne Hurd, Greg Nicotero e David Alpert, não desapontou.

Durante uma hora, eles trocaram ideias sobre o desenvolvimento dos personagens ao longo das quatro temporadas da série e gentilmente brincaram com o tema da seriedade ao mostrarem um conteúdo especial da série, incluindo uma montagem de Andrew Lincoln gritando e socando seu carro para se preparar para suas cenas e uma paródia com os membros do misterioso Terminus, que chegaram na quarta temporada, reimaginados como um grupo de hipsters genéricos. (Caso você queira assistir o painel na íntegra, clique aqui. E para um resumão dele, clique aqui.)

the-walking-dead-elenco-painel-comic-con-2014-001

O ponto alto da tarde veio durante as perguntas e respostas da audiência, quando um fã vestido de cosplay como um dos zumbis (ou “walkers”) da série, se recusou parar de atuar para fazer a pergunta. A troca revelou a compatibilidade entre os atores da Comic Con e os fãs, e permitiu uma “barragem” de ironias do palco.

Aqui estão algumas das melhores perguntas do painel de The Walking Dead, começando com a do “walker”:

P: Eu fui mordido há uma semana, e perdi meu emprego e minha casa, e queria saber, enquanto indivíduo infectado, o que vocês do elenco estão fazendo para aumentar a conscientização?

Chris Hardwick: Eu só quero que você perceba que o seriado é fictício, e nós estamos trabalhando muito para aumentar a conscientização, e trabalhando muito para acabar com a discriminação com os walkers, e nos certificar de que os walkers se sintam aceitos, à distância, e que todos nós fiquemos unidos como uma comunidade.

Lauren Cohan: Em agosto haverá uma maratona, “Caminhando em prol dos walkers”. Não se esqueça de fazer sua doação.

P (para Norman Reedus): O que você vê de você mesmo no Daryl?

Reedus: Há muitas coisas de mim no Daryl e muitas coisas do Daryl em mim, o que parece nojento. Eu definitivamente sou tão estranho quanto o Daryl, obviamente. Nós dois demoramos para confiar nas pessoas – nós temos muito em comum.

the-walking-dead-elenco-painel-comic-con-2014-002

P: A morte de qual personagem afetou mais?

Andrew Lincoln: Seria a da minha esposa [Lori], eu suponho. Mas então, é engraçado, e eu me lembro de estar na metade do terceiro ou do quarto episódio, e chamar o Scott Gimple e dizer, “Eu tou com tanta saudade do Hershel!”, e ele disse: “Essa era a intenção.”

Chris Hardwick: Você não quer se tornar o compasso moral da série, porque é assim que você sabe que você vai sair dela. Porque essa é a beleza da série, ela te faz se sentir seguro por um segundo, e depois puxa o tapete embaixo de você.

P: A morte do Merle foi muito difícil ou muito libertadora para o Daryl?

Reedus: Um pouco das duas coisas. Eu me lembro de estar gravando, esfaqueá-lo no rosto e do diretor me dizer: ‘Você não o está esfaqueando por estar irritado, você o está esfaqueando porque esse mundo é assim, e era com isso que você tinha que lidar.’

P: Como vocês entram nos personagens?

Chandler Riggs: Se vocês assistirem quatro segundos do rolo antes e quatro segundos depois da ação, todos nós estamos [gritando].

Cohan: O engraçado é que nossa equipe é tão normal, para nós, sermos tão esquisitos assim agora. Nós estamos atuando em tarefas tão loucas na série.

Danai Gurira: Eu me lembro quando estava me preparando para tentar e matar o Governador, e que estava indo numa direção muito sombria para fazer isso. E a equipe, vocês sabem como eles precisam se ajustar a você entre as cenas, e eles simplesmente não queriam tocar em mim. Eles ficavam só, ‘Ajude-a a sair desse caminho’. Não é sempre que você precisa chegar a um ponto em que a equipe não quer tocar em você, às vezes você pode ir a um lugar em que você está ajudando alguém a passar pelo luto, não tentando matá-los.

the-walking-dead-elenco-painel-comic-con-2014-003

P: Eu sou um grande fã dos quadrinhos. Como vocês trazem a perda da humanidade para o mundo do seriado?

Lincoln: Eu ouço música para me levar para diferentes estados. Eu ouço muito Prince. Por exemplo, na cena da Lori, eu ouço a mesma música muitas e muitas vezes e ela me ajuda a ficar quieto, e começar a ter pensamentos realmente obscuros.

Robert Kirkman: Há períodos quando você está trabalhando por dias em nada além de The Walking Dead, e você sente isso, quando a tristeza é demais e um personagem morre e coisas assim. Acho que o que estou dizendo é que estou num lugar ruim agora… Mas é divertido poder terminar esse lugar sombrio, sabe, ver as almas dos personagens ou qualquer coisa assim. Eu gosto, mas eu acho que eu sou um esquisito.”

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a quinta temporada no dia 12 de Outubro de 2014 na AMC e no dia 14 de Outubro de 2014 FOX Brasil. Confira otrailer oficial da temporadae fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: The Guardian
Tradução: Lalah / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA