Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

The Walking Dead 5ª Temporada: Greg Nicotero revela como foi criada a dolorosa midseason premiere

Publicado há

em

[ATENÇÃO!! ESTE CONTEÚDO CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO S05E09 – “WHAT HAPPENED AND WHAT’S GOING ON“!]

Para quem achava que teríamos uma folga da contínua miséria e sofrimento após a morte de Beth (Emily Kinney), aconteceu que The Walking Dead não poupou a ninguém com a midseason première. Pelo contrário, tivemos a morte de outro personagem principal, Tyreese (Chad Coleman), em um momento sombrio, escrito por Scott M. Gimple e dirigido pelo guru dos efeitos especiais e produtor Greg Nicotero.

E como se não bastasse Tyreese bater as botas, tivemos o retorno fantástico de vários personagens tidos como mortos há muito tempo, em um momento de alucinação de Tyreese, sozinho em um quarto, decidindo se quer viver ou morrer. Yay! Legal! De qualquer maneira, foi um momento completamente diferente para a série, que envolveu não apenas o segredo da morte do personagem, mas também o retorno de inúmeros atores para o show. Para descobrir como eles filmaram as participações especiais, bem como o raciocínio que os levou a escolher a morte de Tyreese, a MTV News falou com Greg Nicotero por telefone.

the-walking-dead-s05e09-what-happened-and-whats-going-on-001

MTV News: Foi um episódio excelente… mas parece bastante diferente para você. Você certamente está mais familiarizado com grandes efeitos, explosões, e este é um episódio menor e mais focado. Como foi fazer o tempo passar?

Greg Nicotero: Foi certamente desafiador. Dirigi grandes episódios e outros menores. Na segunda temporada, dirigi o episódio da morte de Dale, e havia somente um zumbi nele. E também foi um episódio dramático, com Jeffrey DeMunn.

Então posso dizer que lidei com quase todo tipo de episódio que você possa imaginar. Mas este foi diferente. Foi muito visual. Foi poético. Usamos varias imagens para evocar o estado mental de Tyreese ao longo do episódio. Usando flashes de Woodbury, flashes de imagens especificas como o esqueleto na floresta, com flores crescendo em seu peito, ou o quadro da casa, ou buracos de bala em uma janela….

Queríamos realmente contar visualmente a história, e construir um clímax especifico, onde o público via aquelas imagens e não sabia exatamente do que se tratava. Mas, com o passar da hora, eles recebiam pistas sobre a que aquelas imagens se referiam.

Foi tremendamente desafiador. Foi talvez o episódio mais complicado que fizemos, do ponto de vista narrativo, pois estávamos voltando e avançando no tempo, tivemos personagens mortos trazidos de volta ao show. Cada vez que você vê uma imagem, ela irá significar algo. Você vê a foto emoldurada de uma casa. Em seguida, a mesma imagem coberta de sangue. E depois você sabe que é o sangue do walker morto por Tyreese que está caindo sobre a foto. Então foi realmente um quebra-cabeças que precisou ser criado, coroado pela performance emocionante de Chad Coleman. Depois de tudo, realmente foi complicado e desafiador, mas estou tremendamente orgulhoso de como ele ficou.

MTV: Falando no visual… foi algo específico para a morte de Tyreese ou é uma experiência universal de quem morreu com uma mordida de walker?

Greg Nicotero: Não, foi uma experiência especifica. Quando ele está caminhando na floresta antes de chegar à vizinhança de Noah, ele vê o esqueleto pela janela… Tyreese é muito sensível, e é realmente sobre como o mundo é no momento, e Tyreese é o tipo de pessoa que poderia sobreviver neste mundo com dificuldades.

Se você pensar em tudo pelo que ele passou na última temporada, com a morte de Lizzie e Mika, perder Karen, deixar Martin vivo… ele é o tipo do cara que ainda acredita que você não precisa ser um assassino brutal para sobreviver. Há meios de sobreviver.

No final, porém, o mundo vence e Tyreese perde. Bem no final do episódio ele faz esta escolha. Ele está sentado no carro e vê Bob (Lawrence Gilliard Jr), as meninas e Emily (Kinney), e basicamente eles dizem “Está tudo bem agora, está ok.”, e então ele faz a escolha consciente de fechar seus olhos e morrer.

the-walking-dead-s05e09-what-happened-and-whats-going-on-002

MTV: Sobre estas participações especiais… Vocês são cheios de segredos no show, e quase nada vaza. Eu imagino que a segurança foi ao teto para se assegurar de que ninguém soubesse que estes personagens voltariam. Então o que esteve envolvido em trazer estes personagens de volta ao set e filmar estas cenas?

Greg Nicotero: Uma das decisões que tomamos inicialmente foi a de construir aquele quarto no estúdio. Um dos motivos foi que não queríamos ter estes atores caminhando pela locação. É muito triste que exista um grupo de pessoas que aproveita a oportunidade para largar spoilers sobre nosso show. Realmente fere o show, pois fere a experiência de outros espectadores.

Então tomamos muito cuidado naquele set do quarto do garotinho, para que David Morrissey, Brighton Sharbino, Kyla Kennedy, Chris Coy e Lawrence não fossem vistos caminhando em algum lugar pela Georgia.

Filmamos aquela cena em dois dias, e Emily ainda estava na Georgia, pois recém tínhamos filmado a 5.08. Tivemos um hiato de uma semana e então começamos o 5.09. Então Emily já estava lá, e ninguém sabia que ela iria morrer. Então, trazer todos de volta foi desafiador e queríamos realmente manter segredo. Por que queremos que estes momentos choquem. Em certo ponto David foi visto comprando café em algum lugar, mas David fez um piloto na Georgia após filmarmos The Walking Dead e então acredito que as pessoas nem se deram por conta. Mas foi algo do qual cuidamos muito, claro.

MTV: Foi tão chocante ver todos novamente no show que eu comecei a olhar com atenção para ver se você tinha criado algum tipo de efeito. O único que eu poderia dizer com 100% de certeza que foi filmado ao mesmo tempo dos outros foi David…

Greg Nicotero: E fizemos! Em uma tomada anterior Scott Gimple, que fez um trabalho fantástico escrevendo este episódio, fizemos uma filmagem em que Tyreese estava dando aquilo que chamamos de sua retribuição. Quando ele estava fazendo a defesa do porquê ele queria viver, fizemos esta filmagem onde você via todos no quarto com ele. Mas tivemos que ser cuidadosos, pois não queríamos realmente filmar Tyreese também interagindo sob o ponto de vista dos personagens a respeito de si mesmo. Porque queríamos realmente brincar com a ideia de ser tudo fruto do delírio dele, e não que eles estivessem realmente no quarto com ele, mas apenas na sua imaginação.

Então filmamos uma cena mais ampla e vemos todos ao redor dele. E foi interessante, como se não se fosse filmado sob o seu ponto de vista. Foi desorientador. Eu quase senti que, espere, não estamos fazendo as coisas sob o ponto de vista de Tyreese, todos estão ali. Então tiramos esta cena. Tenho que dizer, a coisa mais maravilhosa a respeito deste show é que desenvolvemos uma fantástica camaradagem entre nossos atores e a equipe, a ponto de que, quando Michael Rooker, Jon Bernthal ou Sarah Wayne Callies morreram, continuamos a nos ver uns aos outros. Seguimos amigos. Sempre que eles estão pela Georgia, visitam o set.

Então o fato de David retornar, colocar a roupa, fazer o sotaque, colocar o tapa-olho novamente… ele estava tão feliz! Eu nunca vi alguém tão risonho por ter a chance de retornar a um papel que gostava tanto!

Foi um episódio realmente muito triste, intenso, e sequer terminou com música, e sim com o som da enxada na terra durante os créditos finais. Não deixamos vocês irem embora. Continuamos com a tragédia de Rick enterrando Tyreese, seguindo o som da enxada.

the-walking-dead-s05e09-what-happened-and-whats-going-on-003

MTV: Obviamente, grande parte do show é a sobrevivência neste mundo pós apocalíptico e que lugar é esse que ele se tornou. Particularmente, na temporada passada, parecia que quando alguém conseguia descobrir, era aniquilado. Bob finalmente se sentia feliz, e morreu. Beth finalmente se deu por conta do que acontecia no hospital e morreu. E agora o mesmo com Tyreese. É algo que vocês querem mostrar explicitamente?

Greg Nicotero: Acho que não. O universo muda dramaticamente o tempo todo. A morte de Beth foi trágica, mas foi uma escolha que ela fez no último minuto. Quando ela viu que Dawn estava indo contra tudo e tentando trazer Noah de volta, ela fez a escolha.

Se você lembrar do final da última temporada, Bob sempre foi o cara que dizia “Eu sou o último a sobreviver nos meus grupos”. Ele esteve em dois ou três grupos e todos ao redor morreram. Então, quando eles deixaram a prisão, há uma cena em que ele está caminhando com Sasha (Sonequa Martin-Green) e sorrindo. E ela pergunta “Por que você está tão feliz?” E ele responde: “Estou feliz por estar vivo. Não sou o último a sobreviver”.

O fato que Bob sobreviveu ao final da quarta temporada e teve um relacionamento… ele estava em um momento ótimo. Ele conseguia se expor, e estava chorando no episódio dois por estar tão feliz por ter a chance de dizer adeus a todos, coisa que não acontecia realmente.

Este foi o fato interessante do episódio nove, normalmente as mortes ocorrem tão rapidamente, e são tão chocantes que você não tem a chance de processá-las. E neste episódio Tyreese é mordido, e realmente levamos o público a acompanhá-lo na jornada. Ele viverá ou morrerá? O que irá acontecer?

Então ele está no quarto, luta contra o walker, mata-o e ainda está vivo. Então eles chegam, cortam seu braço fora, levam para fora dos portões, matam walkers, chegam ao carro. Ele fica preso na cerca, mas finalmente chegam ao carro. Há vários destes momentos em que você pensa “eles irão conseguir, eles não irão conseguir”. Eles passam por esta fase, e então batem no caminhão cheio de torsos… e saem dali. Nossa intenção realmente foi fazer o publico acreditar que Tyreese poderia sobreviver.

Eles iriam conseguir, cauterizar a ferida, e fazer com que ele continuasse vivo. Mas quando você abre o episódio com o funeral e brinca com a ideia de que aquele seja o funeral de Beth, na verdade era o funeral de Tyreese, que não sobreviveu. Há muita manipulação do público neste episódio, por que realmente queríamos que todos sentissem a batalha de Chad Coleman, seu desejo de viver ou de morrer. E, por fim, ele simplesmente fecha os olhos, após olhar o sol, as árvores, e decide não seguir adiante.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: MTV News
Tradução: @Binapic / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA