Siga-nos nas redes sociais

Discussões

[SPOILERS] The Walking Dead 170 – Discussão

Avatar

Publicado há

em

Post destinado aos comentários da centésima septuagésima edição (The Walking Dead 170) dos quadrinhos de The Walking Dead. Aqui, SPOILERS SÃO LIBERADOS, então se você ainda não leu, ou não está em dia com os mesmos (e não quer saber o que vai acontecer), pare de ler imediatamente. Você foi avisado.

Anteriormente: Depois de confrontar Eugene sobre seu rádio, Rick envia uma delegação liderada por Michonne para conhecer a comunidade de Stephanie. Mas eles não são os únicos partindo, já que Carl se junta a Maggie no contingente de Hilltop, e Negan faz a limpa no porco e nos feijões da dispensa antes de ser exilado. Mas a real ameaça continua em Alexandria, com Dwight questionando abertamente a liderança de Rick.

“Você não pode evitar pensar como as coisas seriam diferentes se aqueles que você perdeu ainda estivessem aqui… mas você não pode se demorar nisso. Você não pode…”
(Rick, The Walking Dead 170)

Estamos começando um novo arco, então essa edição de número 170 dos quadrinhos de The Walking Dead mostra qual e o pano de fundo central deste novo momento da jornada apocalíptica: relações humanas. Já é fato consumado os zumbis não serem a principal ameaça deste holocausto zumbi, e sim os seres humanos e as interações entre eles em um holocausto zumbi. Aqui vemos Rick confortando um rapaz enlutado pela morte da mãe, um Dwight rancoroso com Rick e consigo próprio, um Jesus apaixonado, uma Maggie pensativa e um Negan de rosto lacrimejado em frente a um túmulo de um bastão de beisebol. Vemos também um dos personagens que mais evoluiu até aqui na história ganhar um protagonismo maior nesse arco: Eugene.

Eugene que passou por tanta coisa, que no início era um personagem odioso por sua covardia e mentiras mirabolantes, aos poucos foi mostrando que não bastam só músculos, habilidade com armas e coragem para sobreviver. Inteligência é fundamental não só para a sobrevivência pessoal, como para uma posteridade de uma vida em sociedade. Aos poucos ele começou a produzir balas, arquitetar a guerra contra os Salvadores, estudar o comportamento de hordas de zumbis e ajudar a jogar literalmente um oceano de zumbis para dentro do oceano. Eugene que antes era jogado de lado e nutria uma paixão obsessiva pela finada Rosita, agora demonstra um olhar de fúria quando Siddiq revela que ela era apaixonada por ele, o que subentende-se que os dois tiveram um caso. Esta sem dúvida foi a grande revelação desta edição, pois mostra que Eugene evoluiu de um tanto, que se Rosita supostamente o traiu com Siddiq, mostra que ambos não tinham respeito para com o Eugene. O remorso de Siddiq mostra que Eugene tem uma importância para aquela comunidade maior do que ele. Será que se fosse Eugene quem tivesse de vigia naquela noite haveria aquele ataque zumbi que colocou em risco a vida desses personagens? E precisou do ótimo roteiro de Kirkman para mostrar que Siddiq é substituível. Se um zumbi o tivesse mordido naquela noite, ninguém sentiria falta do personagem. Já Eugene seria uma perda irreparável para aquela comunidade.

Esta edição foi uma preparação para como serão as relações entre os personagens e suas futuras motivações para os próximos passos da historia. Kirkman usou uma tática pouco usual em suas edições de The Walking Dead que mostrar cada situação envolvendo vários personagens em uma única página. O arco central, que é a viagem a Ohio, foi desenvolvida em mais páginas. E foi justamente nesse arco que Kirkman brincou com o fato cada vez mais óbvio de que zumbis não são mais uma ameaça. Eles podem atacar acampamentos tal como aconteceu nessa edição? Claro que podem! Mas só atacaram porque Siddiq foi descuidado. No caso, a brincadeira que o autor fez conosco foi mostrar o grupo de Michonne e Eugene entrando em uma cidade, jogar a ideia de que as cidades estariam vazias de mortos-vivos, colocar um silêncio em cada quadro mostrando um clima de tensão, mostrar um semblante de suspense e um “oh, meu Deus” saindo da boca de Michonne. Eu, você e todos nós leitores já imaginávamos uma horda de zumbis na próxima página. Na hora eu pensei: “mais uma horda? Já vimos isso trocentas vezes nessa HQ. O que mais falta surpreender? Hordas de zumbis armados com motosserra?”. Aí que está a brincadeira. Virando a página, a surpresa de Michonne foi que a cidade estava vazia.

Enfim, foi uma edição morna em quase todos os aspectos. O grande destaque foi o climão de novela das 8 principalmente em seu final. Só que, como se trata de um apocalipse zumbi, a novela tem que ser apimentada com mortos-vivos. O roteiro da HQ sempre foi excelente desde sua edição número 1. Ataques de zumbis nunca são gratuitos. Aqui sabemos que ninguém iria morrer naquele acampamento. O ataque só serviu para Eugene salvar a vida de Siddiq, e foi isso que forçou Siddiq a fazer a revelação bombástica. Pelo olhar de fúria de Eugene, o que você acha que vai acontecer?

Pontos altos da trama:

– Destaque para a bela arte de página dupla no momento em que o grupo chega na cidade.
– O legal deste mundo de The Walking Dead é que, mesmo depois de tudo que esses personagens enfrentaram e desbravaram, eles ainda sentem medo do desconhecido. Logo nos primeiros quadros eles entram em uma “zona não segura”. Tal como na Idade Média feudal, o medo dos “bárbaros” ainda assombra essas pessoas. No caso, os “bárbaros do mundo pós apocalíptico” seriam tanto zumbis quanto déspotas esclarecidos, canibais, sádicos e grupos vestindo pele de zumbis. O que mais a história tem a oferecer para os novos bárbaros?
– Aquela moça oriental, de calcinha, atirando com arco e flecha é uma imagem que mostra tanto uma sensualidade digna de ensaio para revistas masculinas como também é mais girl power do que o quadro “Liberdade Guiando o Povo” da Revolução Francesa.

A edição 171 será lançada no dia 6 de setembro de 2017 nos Estados Unidos, mas sem data no Brasil. Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil para ficar por dentro de tudo!

Este espaço está aberto para você e sua ideia sobre o que acontecerá no próximo volume da história. Você também pode utilizar os comentários abaixo para deixar sua opinião e teorias sobre as próximas edições.

>> EDIÇÃO ANTERIOR: [SPOILERS] The Walking Dead 169 – Discussão

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Destaque

[SPOILERS] The Walking Dead 191 – Discussão

A Edição 191 dos quadrinhos de The Walking Dead foi lançada em 01 de Maio de 2019. Confira aqui tudo que aconteceu e deixe seu comentário.

Carlos Knewitz

Publicado há

em

Post destinado aos comentários da centésima nonagésima primeira edição (The Walking Dead 191) dos quadrinhos de The Walking Dead. Aqui, SPOILERS SÃO LIBERADOS, então se você ainda não leu, ou não está em dia com os mesmos (e não quer saber o que vai acontecer), pare de ler imediatamente. Você foi avisado.

ANTERIORMENTE: O golpe de Mercer contra a governadora Milton obriga Rick a escolher um lado. Mas o tempo está acabando para todos, pois uma horda de walkers estava indo diretamente para o Império. Por segurança, os cidadãos entram para dentro de suas casas, mas a equipe de Maggie chega de Hilltop para afastá-los. Com as ruas limpas, Pamela retorna, acusando Rick de traição, então ela ordena que a sua tropa avance para atacar Rick e seus aliados.

E agora, Rick Grimes?

Estamos caminhando para o fim do maior personagem de The Walking Dead?

Acho incrível a forma como Rick desconversa a morte. Durante os longos anos que acompanhamos os quadrinhos, quando um embate chega ao seu clímax e o líder se vê sem saídas, ele abre a boca e discursa sem parar para que todos se calem e esqueçam o que causava a guerra. E assim, ele ganha tempo para escapar das mãos da morte. E é exatamente dessa forma que Rick se livra da ameaça de Pamela que encerrou a edição 190.

Ao inicio da presente edição (191) Rick impede que Pamela continue seu ataque, lhe mostrando que ela está faltando com a coerência quando inicia uma guerra. Nesse momento, ele relembra o quanto todos ali presentes sofreram para estarem onde estão e o tanto que o Império representa dentro dessa história. Rick elogia o trabalho de Pamela, na mesma medida que declara que abrir precedentes para uma guerra seria desperdiçar o investimento feito por ela na comunidade. Grimes inclusive invoca a necessidade de todos se respeitarem mutuamente por tudo o que tiveram que passar para estarem vivos agora.

Mas, contrariando o próprio discurso, Rick causa uma audiência pública vexatória para Pamela, expondo a fome dela por poder e levando todo o povo do Império a revogar a outorga do poder para a mulher. Pamela, sem palavras ouve o discurso e a rejeição pública calada. Mercer então, interrompe a oratória de Rick e leva Pamela algemada. O ato do oficial desperta fúria em Sebastian que ecoa sua voz declarando que o Império jamais existiria sem a família Milton. Mas Pamela ordena que o garoto cale a boca e não resiste à prisão.

Após isso, os moradores do Império começam a trabalhar juntos para remover os corpos dos walkers que deram inicio à confusão. Mercer e Rick conversam sobre o fato e o oficial da guarda diz que está surpreso em ver pessoas que antes nunca haviam levantado um dedo para ajudar em algo, fazendo parte do serviço. Rick pondera que isso acontece ou pela inspiração em seu discurso, ou pelo medo de continuarem a viver no mesmo sistema.

LEIA TAMBÉM:
Rick Grimes vai morrer em The Walking Dead?
The Walking Dead 193: Capa e data de lançamento

Mais tarde, Rick vai conversar com Pamela no cárcere e ela parece bastante rendida a entender o que está acontecendo. Os dois discorrem sobre como ela conduziu as coisas e no como isso desenvolveu um sistema totalmente desequilibrado, onde alguns eram considerados maiores que os outros e parte da sociedade era soterrada por uma opressão grandiosa. Pamela questiona Rick se ele acredita que tudo o que ela fez pelo local foi terminantemente um erro.

Michonne também tem seu momento próprio com Grimes e eles conversam sobre como o discurso dele inspirou as pessoas do Império. Ela o informa que há um conselho se organizando para lançar a primeira eleição de liderança da comunidade e revela que o nome de Rick é o que encontra o maior número de apoiadores. Entretanto, Rick diz que não poderia assumir tal cargo, já que está à frente de Alexandria e que Michonne é uma pessoa tão bem vista quanto ele e que poderia assumir tal posição. Ela discorda, o lembrando que ele fez o mesmo por Alexandria e ressaltando que o mundo todo precisa de Rick Grimes no controle das coisas para continuarem sendo inspirados.

Por último, Rick e Carl caminham pelas ruas e conversam sobre a possibilidade de Rick ser eleito Governador do Império. Há até um momento engraçado sobre o nome do título, tendo Carl sugerido que se ele se importa, pode mudar a nomenclatura do cargo. Daí os dois começam a puxar uma locução emocional, com o garoto ressaltando a forma assertiva que Rick consegue lidar com as coisas e Rick o incentivando a agir da mesma forma que ele.

Já em seu quarto, Rick acorda com alguém invadindo seu quarto. Sebastian aponta uma arma em sua direção e faz considerações sobre como Grimes interrompeu a ordem natural do Império e no como as pessoas veem Rick como uma espécie de deus. O jovem ressalta que ele não segue a mesma corrente de pensamento e questiona Rick se ele não se sente ameaçado estando na mira de sua arma. Ao fim, Sebastian dispara contra o peito de Rick e a edição termina com o grande líder agonizando sobre a cama e Sebastian impactado com o que acabou de fazer.

Mas o que isso significa? Pouco tempo atrás vimos Andrea partir em edições bem semelhantes a essa, que deixam suspense no ar, até que a morte se confirme. Será que Rick morrerá na edição 192? Vale lembrar que a próxima edição é um final de compendium, que normalmente traz mortes de impacto. Kirkman já declarou diversas vezes que Rick morreria antes da edição final de sua saga. Será que chegou o momento de nos despedirmos do principal nome do Universo The Walking Dead?

edição 192 será lançada no dia 05 de Junho de 2019 nos Estados Unidos, mas sem data no Brasil.

>> EDIÇÃO ANTERIOR: [SPOILERS] The Walking Dead 190 – Discussão

Continue lendo

Destaque

[SPOILERS] The Walking Dead 190 – Discussão

A edição 190 de The Walking Dead foi lançada em 03 de Abril. Confira aqui – com SPOILERS – nossa análise e saiba tudo o que aconteceu nos quadrinhos.

Carlos Knewitz

Publicado há

em

Post destinado aos comentários da centésima nonagésima edição (The Walking Dead 190) dos quadrinhos de The Walking Dead. Aqui, SPOILERS SÃO LIBERADOS, então se você ainda não leu, ou não está em dia com os mesmos (e não quer saber o que vai acontecer), pare de ler imediatamente. Você foi avisado.

ANTERIORMENTE: Ao repararem um trem, Eugene e Stephanie ficam presos por uma horda de walkers. Mas, através da engenhosidade de Eugene e com a ajuda de um extintor de incêndio, eles conseguem escapar ilesos. Laura toma a iniciativa ousada de explodir a prisão para libertar Mercer, isso força Rick a ajudar a Governadora Milton a escapar do Império antes que seus próprios guardas a ataquem. Mas, Mercer não esperava que a população ficasse contra o golpe, então, ele enxerga em Rick, mais uma vez, a pessoa que irá conquistar a confiança da comunidade.

Como Rick sairá dessa?

Pamela interpreta a situação equivocadamente e culpa Rick por sua queda. A guerra estourou e Rick está no olho do furacão.

Rick Grimes parece mesmo estar destinado aos encargos de guerras. Quando uma nova comunidade com mais de cinquenta mil pessoas surgiu no horizonte, não parecia que tantos problemas iriam surgir para ele.

A edição 190 inicia exatamente do ponto onde a sua antecessora se encerro, com Mercer induzindo Rick à liderar uma nova fase do Império e banir de uma vez por todas a Governadora Milton do cargo mais alto da comunidade. Mas Rick tenta demonstrar para o antigo chefe da guarda que ele seria insuficiente para conquistar a confiança das pessoas, visto que não é tão bem conhecido por todos.

Enquanto isso, ao ir se certificar se Elodie está bem, Michonne encontra a filha e vários de seus amigos adolescentes armados e prontos para abrir linha de guerra contra os guardas. A advogada impede que os jovens se precipitem e discursa sobre o quão arriscado é estar em uma guerra.

Eugene e Stephanie, após escapar da grande horda, chegam nas imediações do Império e se deparam com os resquícios da explosão promovida por Laura. Eles se assustam, mas a atual namorada do cientista diz que sabia que algo igual iria acontecer em algum momento na comunidade, já que Pamela estava perdendo o controle da comunidade. Eles são surpreendidos por uma enorme horda atrás deles e correm para avisar as pessoas do local para se protegerem.

Dentro do Império, Mercer determina que Lance seja preso, mas são interrompidos pelos gritos de Eugene que os avisa do risco que estão correndo. Todos acabam tendo que se abrigar dentro das casas para que com o silêncio, os walkers se desviem do caminho da comunidade. Quando Rick acha que tudo pode estar perdido, um berrante ressoa no horizonte e ele reconhece ser o que eles utilizam em Alexandria e Hilltop. Ao olhar pela vidraça da janela, ele vê Magna e Maggie liderando um enorme grupo contra os walkers.

Após vencerem a batalha contra os mortos, todos estão felizes e agradecidos pelo que Rick e suas comunidades fizeram pelo Império. Entretanto, a alegria é interrompida por Pamela, que chega com um exército de Green Ville acusando Rick de traição e de se aliar a Mercer. A edição termina com a Governadora incitando o ataque contra Rick.

Robert Kirkman parece estar perdido na história do Império. Desde que foi apresentada, a comunidade se envolve em grandes ameaças de guerra e retrocede na mesma medida. A trama tem se tornado cansativa e quando finalmente parecia que estava se encaminhando para um desfecho, há uma nova reviravolta. Como Rick irá se livrar das mãos de Pamela?

edição 191 será lançada no dia 01 de Maio de 2019 nos Estados Unidos, mas sem data no Brasil.

>> EDIÇÃO ANTERIOR: [SPOILERS] The Walking Dead 189 – Discussão

Continue lendo

Destaque

[SPOILERS] The Walking Dead 189 – Discussão

A edição 189 de The Walking Dead foi lançada em 06 de Março. Confira aqui – com SPOILERS – nossa análise e saiba tudo o que aconteceu nos quadrinhos.

Carlos Knewitz

Publicado há

em

Post destinado aos comentários da centésima octogésima nona edição (The Walking Dead 189) dos quadrinhos de The Walking Dead. Aqui, SPOILERS SÃO LIBERADOS, então se você ainda não leu, ou não está em dia com os mesmos (e não quer saber o que vai acontecer), pare de ler imediatamente. Você foi avisado.

ANTERIORMENTE: Alguns estão indo para o Império, que Rick e Michonne temem estar à beira de uma guerra civil. Nas ruas, Princesa ajuda o grupo com quem Carl está a escapar de walkers… e Carl a convence a voltar para Hilltop. Maggie toma a decisão de comandar um exercito para o Império. Enquanto isso, Eugene e Stephanie estão consertando os trens quando uma horda de walkers entra no pátio ferroviário atrás deles.

A guerra finalmente começou no Império?

Na imagem da edição 189 de The Walking Dead uma explosão é vista no Império pelos sobreviventes vindo de Hilltop.

Uma explosão ocorre no Império e assusta Jesus, Aaron, Carl e os demais que observam de longe.

Finalmente chegamos ao momento em que o Império implodiu em sua guerra civil. Laura vai até Mercer lhe dar boas notícias e informá-lo que conseguiu ajuda para a derrubada de Pamela. Logo após uma rápida conversa na cela dele as paredes explodem. O impacto é observado em toda a comunidade e fora dela pelos sobreviventes mandados por Magna e Maggie.

Pouco depois do estrondo, Rick compreende o que está acontecendo e corre para tentar salvar a vida da Governadora. Enquanto os guardas tomam posse das ruas da comunidade em busca da líder, Rick guia ela e sua família pelos becos. Assim, para salvar a própria vida e a do filho, Pamela decide que irá para Greenville. Quando no caminho, Rick se surpreende ao ver a tropa de Hilltop e pede para que Jesus e Aaron guie a Governadora para o local de segurança.

Enquanto isso, Mercer lidera um embate com o povo, e quando está prestes a matar Lance, Rick chega para confrontá-lo. O xerife consegue convencer o guarda que há algo errado na forma como ele está tentando fazer as coisas. Entretanto, Mercer surpreende ele o propondo que quem deve estar na liderança do Império é Rick, que já é amado pelo povo da comunidade.

Ainda nessa edição, vemos Eugene e Stephanie percebendo o risco que correm e tendo que desenvolver uma tática de fuga. Esse momento leva o cientista a um discurso motivacional sobre como Rick o mudou quando chegaram à Alexandria.  Ambos conseguem escapar e correm de volta para o Império.

Será que o destaque à aclamação de Rick sugere que ele tropeçara em suas próprias pernas? Afinal, a guerra chegou ou não ao local? Rick irá apoiar Pamela ou irá querer dominar a comunidade?

E você, o que achou da edição? Notou algo que não foi mencionado aqui? Deixe nos comentários abaixo.

edição 190 será lançada no dia 03 de Abril de 2019 nos Estados Unidos, mas sem data no Brasil.

>> EDIÇÃO ANTERIOR: [SPOILERS] The Walking Dead 188 – Discussão

Continue lendo

EM ALTA