Siga-nos nas redes sociais

Outros Projetos

Primeira imagem de Norman Reedus em ‘AIR’, filme de Robert Kirkman

Rafael Façanha

Publicado há

em

E lá vão eles novamente. O criador de Walking Dead, Robert Kirkman e o astro Norman Reedus estão unindo forças novamente no filme “AIR”, que conta a história de dois trabalhadores (interpretados por Reedus e Djimon Hounsou) que tem a tarefa de manter um dos bunkers subterrâneos destinados a preservar a raça humana, após o ar do lado de fora ter se tornado tóxico. Os bunkers estão repletos de pessoas dormindo em tanques, pessoas com as melhores chances de reconstruir a civilização.

AIR será dirigido por Christian Cantamessa e lançado na primavera de 2015, mas temos uma primeira imagem exclusiva do filme aqui. Nela, vemos Hounsou (como Cartwright) e Reedus (como Bauer), que se acordaram de seus tanques para cumprir seu turno de duas horas – o que ocorre a cada seis meses – naquele silo.

A Entertainment Weekly pediu a Norman Reedus para contar mais sobre o filme, então ele telefonou do set na primavera passada e atendeu o pedido. Confira:

EW: Okay, Norman, como você descreveria AIR?

Norman Reedus: É um thriller psicológico. É a história de duas pessoas dentre as poucas que sobraram no planeta. Eles trabalham em um lugar que tem os melhores entre os melhores dormindo em tanques e que serão despertados para repovoar a Terra; um deles encara seu trabalho como se fosse um cientista e o outro o encara como se fosse um zelador. E a verdade está a meio caminho de ambos. Mas um deles descobre que o outro tem um segredo, ele está apegado a este segredo e que esse segredo refere-se a alguém que ele está tentando manter vivo. E este personagem que interpreto, ele tem um passado bastante sombrio, e a culpa do que ele fez pesa tanto sobre ele que acaba por fazê-lo substituir sua família verdadeira por essa outra pessoa em sua mente, a quem ele encara como um irmão, como uma maneira de se reconfortar. E o que acontece é que ele acaba precipitando toda a ação que ocorre contra a vontade de outra pessoa. Então se torna esse thriller, esse filme de ferrar com a mente, ao tentar convencer outro cara a fazer o que ele não quer fazer.

EW: Então o seu personagem tem segredos, é assombrado pelo passado?

Norman Reedus: Sim, basicamente. A história acontece em um silo de mísseis abandonado. É uma mistura de alta e baixa tecnologia, uma boa mistura entre ambos. Há equipamentos altamente sofisticados, como os tanques de dormir e assim por diante, e há também coisas sendo consertadas com fita adesiva. Não é uma operação planejada, é algo de última hora, e então obviamente os tanques de dormir são como um Four Seasons, enquanto estamos em pleno Ramada Inn.

EW: Há a sensação de isolamento ou claustrofobia? Qual a energia?

Norman Reedus: É muito isolado, muito claustrofóbico. Até mesmo a filmagem é claustrofóbica. Eu lembro de ler o roteiro e conversar com minha empresária, e perguntei a ela “o que você acha?”, e ela disse “Eu amo como parece claustrofóbico, eu espero que eles mantenham lá esse elemento.” Após conversar varias vezes com Christian antes de vir para cá, esta foi uma das principais coisas que fiquei perguntando – “poderemos manter tudo tão claustrofóbico assim?” Tão terrível e tão ‘fim do mundo’ como está no roteiro, tudo foi mantido. É claustrofóbico até mesmo filmar. Há momentos que são… são assustadores, e você se sente muito só e ferrado em tão diferentes níveis por outras pessoas e, sabe, pelo mundo todo, pelas pessoas que nos puseram lá. Tem este elemento de tristeza também, mas há histórias revigorantes também. Uma metade é a descida ao fundo do poço, e a outra é a subida de volta.

EW: Eu imagino que muito disso depende de seu relacionamento com Djimon. Como foi trabalhar com ele?

Norman Reedus: Ele é ótimo. Estamos juntos desde o começo. Eu vi o trabalho dele antes e sabia o quão bom ele era, e fui assistir Diamantes de Sangue logo antes de vir para cá, e ele estava perfeito naquele filme. É interessante, sabe, por que ele é esse cara bonitão, enorme, porém bastante suave e gentil, e uma certa esperança transparece em seu rosto. Ele irradia este tipo de esperança e eu estou basicamente tentando arrancá-la de seu rosto.

Para saber mais sobre Air, verifique na edição especial de Comic Con da Entertainment Weekly ou fique ligado aqui no Walking Dead Brasil.

Air_02520r.JPG


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: @Binapic / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Elenco

Amor e Monstros | Assista ao trailer do novo filme de Michael Rooker (Merle em The Walking Dead)

Confira o trailer do novo filme de comédia romântica e ação pós-apocalíptica da Netflix – Amor e Monstros – que tem Michael Rooker no elenco.

Rafael Façanha

Publicado há

em

Ariana Greenblatt e Michael Rooker armados em imagem promocional do filme Amor e Monstros

A Netflix acaba de divulgar o primeiro trailer de Amor e Monstros (Love and Monsters), o novo filme de comédia e pós-apocalíptico infestado de monstros. O filme conta com um rosto conhecido do fandom de The Walking Dead: Michael Rooker, que interpretou Merle Dixon. Em Amor e Monstros, Rooker interpreta o caçador experiente Clyde Dutton.

Sinopse: Sete anos após o Apocalipse Monstro, Joel Dawson (Dylan O’Brien), bem como o resto da humanidade, vive no subsolo desde que criaturas gigantes assumiram o controle da terra. Depois de se reconectar pelo rádio com sua namorada do colégio, Aimee (Jessica Henwick), que agora se encontra a 80 (oitenta) milhas de distância em uma colônia costeira, Joel começa a se apaixonar por ela novamente. Quando Joel percebe que não há mais nada para ele no subsolo, ele decide, contra toda a razão, se aventurar em busca de Aimee, apesar dos monstros perigosos que estão em seu caminho.

TRAILER DE AMOR E MONSTROS LEGENDADO:

O elenco do longa também conta com Dylan O’Brien (Joel Dawson), Ariana Greenblatt (Minnow), Jessica Henwick (Aimee), Dan Ewing (capitão), Donnie Baxter (Parker), Ellen Hollman (Dana) e outros. A direção é de Michael Matthews e o roteiro de Matthew Robinson e Brian Duffield.

Amor e Monstros estreia na Netflix em 14 de abril de 2021.

Continue lendo

Elenco

Council Of Dads | Série estrelada por Sarah Wayne Callies será lançada no Brasil

Sarah Wayne Callies, a Lori de The Walking Dead, interpreta a médica Robin Perry em Council Of Dads. Série será lançada pelo FOX Premium.

Rafael Façanha

Publicado há

em

A partir de quarta-feira, dia 11 de novembro, às 22h15, o FOX Premium 1 apresenta no Brasil a série “Council of Dads – Lembranças do Meu Pai“. Baseado no livro homônimo de Bruce Feiler, o drama foi escrito e produzido por Tony Phelan e Joan Rater (“Grey’s Anatomy”) e traz uma história peculiar que, ao longo de 10 episódios de uma hora cada, oferece diferentes pontos de vista sobre situações cotidianas.

Council of Dads – Lembranças do Meu Pai é contada a partir da vida de Scott Perry (Tom Everett Scott, “The Wonders”), um homem casado e pai de cinco filhos, que recebe a notícia devastadora de ter uma doença rara que ameaça não só a sua vida, como também o futuro de sua família. É por isso que ele decide pedir ajuda a alguns de seus amigos mais íntimos e de confiança para que apoiem a sua família se em algum momento ele não puder estar presente.

Assim, a família Perry cresce com a ajuda de Anthony (Clive Standen, “Vikings”), o amigo mais antigo e leal de Scott; Larry (Michael O’Neill, “The Resident”), seu querido afilhado dos Alcoólicos Anônimos; e Oliver (J. August Richards, “Notorious”), seu dedicado médico e melhor amigo de sua esposa. Este grupo de homens será para a família uma fonte de sabedoria, de humor e de orientações sobre como viver, amar, questionar e sonhar. Juntos, eles descobrirão que, para manter uma família unida, é necessário bem mais do que haviam pensado.

LEIA TAMBÉM:
THE WALKING DEAD 10 ANOS: Entrevista exclusiva com Sarah Wayne Callies (Lori)

O elenco desta série comovente é completado por Sarah Wayne Callies (Lori Grimes de The Walking Dead) como a médica Robin Perry, mulher de Scott; Michele Weaver (“Love is __”) como Luly Perry, a filha mais velha de Scott que foi criada por ele como pai solteiro antes que conhecesse Robin; Steven Silver (“13 Reasons Why”) como Evan Norris, o marido de Luly; além de Emjay Anthony (“It’s Complicated”), Thalia Tran (“Little”), Blue Champan (“Undone”) como Theo, e Charlotte e JJ Perry, os filhos de Robin e Scott.

David Gould, Jason Wilborn, Jerry Bruckheimer, Jonathan Littman (“CSI”) e KristieAnne Reed (“Lucifer”) se juntam a Phelan e Rater, como produtores executivos da série.

Council of Dads – Lembranças do Meu Pai é uma produção da Universal Television em associação com Jerry Bruckheimer Television e Midwest Livestock Productions.

GALERIA DE FOTOS:

Continue lendo

Elenco

Cailey Fleming, Judith em The Walking Dead, pode ter se juntado ao elenco de Loki

De acordo com o IMDb Pro, a atriz Cailey Fleming (Judith Grimes em The Walking Dead) pode ter entrado para o elenco da série “Loki“, da Marvel Studios.

Rafael Façanha

Publicado há

em

De acordo com o IMDb Pro, a atriz Cailey Fleming (Judith Grimes em The Walking Dead) pode ter entrado para o elenco da série “Loki“, da Marvel Studios, que será lançada no Disney+. Segundo o site, Fleming interpretará a versão jovem da personagem Sylvie.

Os fãs estão especulando que se trata de Sylvie Lushton, também conhecida como Enchantress (Encantadora), que nos quadrinhos recebeu seus poderes mágicos do Deus da Trapaça (Loki). Caso se confirme, isso marcará a primeira aparição de Sylvie Lushton e a estreia no MCU.

Nos quadrinhos, Encantadora é uma feiticeira extremamente poderosa de Asgard e uma oponente das mais antigas do poderoso Thor. Ela é apaixonada pelo Deus do Trovão mas, ao ser repudiada por ele, que a considerava bela mas maligna, constantemente tenta se vingar. Loki sempre foi mostrado como um dos seus grandes aliados.

Sinopse da série: “Em Loki, da Marvel Studios, o vilão Loki (Tom Hiddleston) retorna ao papel do Deus da Trapaça em um novo seriado que se passa logo após os acontecimentos de Vingadores: Ultimato.”

Michael Waldron (Rick e Morty) atuará como roteirista e showrunner. Kate Herron (Sex Education) está dirigindo todos os seis episódios da primeira temporada.

Fleming é mais conhecida pelos seus trabalhos em “The Walking Dead” (Judith), “Star Wars: O Despertar da Força” (jovem Rey) e “Creepshow” (Evie).

A escalação de Cailey Fleming para o elenco de Loki, até o momento, não foi oficializada pela Marvel ou pela assessoria da atriz.

Loki tem previsão de lançamento para 2021.

Continue lendo

EM ALTA