Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Review da Série – 2×05 – “Chupacabra”

Publicado há

 

em

O retorno de Merle, as buscas por Sophie e um final que vai agradar todos os fãs da HQ e surpreender os que nunca a leram, este foi o quinto episódio da segunda temporada de  The Walking Dead que foi transmitido ontem na AMC e irá ao ar amanhã às 22hrs, na FOX! Confiram a seguir a review deste delicioso episódio:

Desde seu título, passando pela cena inicial com Lori, Carl e Shane parados na estrada para Atlanta juntos com Carol e sua família (apesar de não parecer), e logo depois o ferimento e a alucinação com o irmão: este foi um episódio completamente centrado em Daryl.

O irmão de Merle “pegou emprestado” uma égua de Hershel e continou seu rastro em busca Daquela-que-não-deve-ser-nomeada, no caminho a montaria se assustou com uma cobra jogando-o de seu lombo desfiladeiro abaixo. Ferido pela seta de sua própria besta, ferimento este que se agrava após uma infrutífera tentativa de sair do local em que caiu, Daryl deixa seu subconsciente agir sob a forma de seu irmão Merle e passa-se a perguntar se tudo o que ele estava fazendo realmente era algo genuíno. Como se o próprio irmão ali estivesse (assim como o Chupacabra que ele viu quando era mais novo em um acampamento regrado a cogumelos), Daryl se questiona sobre o quanto ele estaria traindo seus próprios valores em prol de pessoas que não são sua família e que ele nem conhecia antes dali, e mais, ele se pergunta se todo este afinco e gana na procura por Sophia foi o mesmo gasto nas buscas por seu próprio irmão. Mostrando a importância deste irmão para ele,  como este o ensinou valores (deturpados, mas valores), códigos sobrevivência e como sempre, deixou clara a velha rixa entre irmãos que tentam se superar, Daryl utiliza-se desta projeção para superar os obstáculos reais que aparecem em seu caminho, não para provar ao irmão que é digno de confiança, mas sim para salvar a própria vida.

Outras rixas acentuam-se e mostram-se cada vais mais aparentes: Temos Hershel colocando ordem no pedaço e mostrando à Rick que aquele é o seu território e se ele com seu grupo desejam permanecer em suas terras terão de seguir as ordens sem questionar, além de mandar que o Oficial de Polícia coloque cabresto nos seus. Porém há uma pessoal em especial que não irá aceitar a liderança de Rick tão fácil, além de mostrar-se infeliz com seu lugar no grupo. Shane questiona as atitudes e decisões do ex-parceiro, até mesmo culpando-o pelo tiro sofrido por Carl, como se o pai de família estivesse esquecendo das suas prioridades e se focando em “coisas secundárias”. Uma conversa que se inicia de maneira a deixar claro que Shane sempre foi o conquistador que teve as mulheres que queria em suas mãos, e Rick, que somente conseguia algum sucesso sob a sombra do amigo, termina com os dois mostrando pensamentos completamente opostos, além de deixar claro o quanto Shane está obcecado pela família alheia.

A gravidez de Lori, as más respostas de Andrea e a indiferença de Maggie, deixam Glenn confuso em relação às mulheres e este acaba por não receber o conforto esperado nas palavras do amigo Dale. Porém a noite ainda traria algumas surpresas para o rapaz com a troca de bilhetes contendo um convite irrecusável.

Clique para ver imagem em tamanho real

Após ser confundido com um zumbi e quase ter tomado um Headshot de uma Andrea determinada a fazer mais do que sofrer pela sobrevida e querendo mais do que nunca utilizar uma arma, Daryl retorna dos seus percalços trazendo a boneca de Sophia. Este foi o sinal para Rick de que ele está no caminho certo e que continuará seguindo seus valores, enquanto Shane se mostra incrédulo. Porém Lori acaba por deixar claro que seguirá o marido, afunilando ainda mais o conflito que se seguirá com sua gravidez, afinal, Shane a ama e quer proteger a ela e ao Carl de qualquer maneira, ele quer que aquela seja a sua família, e a simples suspeita de que a vindoura criança pode ser realmente sua, o fará querer tirar de Rick o lugar que considera seu. Apesar de já batido, o tema triângulo amoroso está ganhando novos contornos no Apocalipse zumbi.

Voltando ao personagem central do episódio, somos brindados com mais uma bela cena entre Daryl e Carol. Fica claro como a cena de abertura não serviu apenas para ilustrar um pouco do início de todo o inferno, ou de como Atlanta foi detonada por bombas, mas também serviu para nos mostrar como Ed era cuzão, e que ele nunca havia feito nada parecido com o que Daryl fez por Sophie. Certeza que essas palavras deixaram (o cada vez mais instigante) o bad boy com a pulga atrás da orelha, Merle não deve ter tanta razão assim…

Clique para ver imagem em tamanho real

E por fim, mas não menos importante, temos um delicioso cliffhanger com Glenn se dirigindo para o celeiro a fim de consumar sua noite de amor com Maggie, mas não é uma fazendeira com tesão que ele encontra no lugar.

Por Átila Rithiery (aka @tiul)

Publicidade
Comentários

EM ALTA