ATENÇÃO: Esta página contém SPOILERS.

→ Página de informações sobre o personagem Abraham Ford da História em Quadrinhos. Para informações sobre o personagem Abraham Ford da Série de TV, confira Abraham (TV).

Rick Grimes é o protagonista da série de quadrinhos criada por Robert Kirkman, The Walking Dead. Sua primeira aparição ocorreu na edição número 53, lançada pela Image Comics. Conhecido pelo seu forte temperamento e por ser um dos braços direitos de Rick, serviu de grande utilidade para o bem do grupo até a ida até Washington, DC.

Após perder a família tragicamente nos primeiros dias do surto zumbi, Abraham se uniu ao Dr. Eugene Porter e Rosita Espinosa, e segui viagem até Washington, em busca da cura para o vírus zumbi. Após se unir com o grupo do Rick, acabou descobrindo, logo no fim da viagem, que Porter não era cientista de verdade, e de que tudo era uma farsa. Ao adentrar Alexandria, acabou se envolvendo com uma mulher chamada Holly, e virou líder do grupo de construção. Após um desentendimento com o grupo d’Os Salvadores, foi morto vítima de uma flechada no olho por Dwight.

PERFIL DO PERSONAGEM:

Nome: Abraham Ford
Status: Morto
Sexo: Masculino
Idade: Entre 40 e 45
Ocupação: Sargento do Exército Americano (Pré-apocalipse) | Líder do grupo de construção em Alexandria (pós-apocalipse)
Família: Beth (esposa, falecida) | – (filho, falecido) | – (filha, falecida) | Rosita (namorada) | Holly (namorada, falecida)
Primeira Aparição: Edição 53
Última Aparição: Edição 98
Interpretado na Série de TV por: Michael Cudlitz

RESUMO DA JORNADA DE ABRAHAM FORD:

A VIDA PRÉ-APOCALÍPTICA

Antes do apocalipse, Abraham vivia em Houston, no Texas, com sua esposa, Beth e seus filhos, de 08 e 06 anos. Após a perda brutal da família – após o ataque de estupradores, acabou eventualmente encontrando o Dr. Eugene Porter – que implantou a ideia de que sabia o que havia causado a epidemia zumbi -, e foi convencido a ir até Washington, em busca da cura. Na estrada, acabou por encontrar Rosita Espinosa, com quem acabou criando uma relação amorosa.

AQUI NOS ENCONTRAMOS

Após um tempo na estrada, Abraham, Rosita e Eugene acabaram na fazenda de Hershel, em busca de suprimentos. Enquanto saiam do caminhão, acabaram na mira da arma de Andrea, que ordenou que os três largassem suas armas. Logo, fizeram o que a mulher mandou, e Abraham acabou por salvar a vida de um dos sobreviventes, enquanto ainda tentava negociar algum trato com a mulher.

Após lidar com os zumbis, aproveitou para explicar sobre a ida até DC, e a possível cura. Rick e o resto do grupo desconfiaram de que tudo não passava de uma mentira, porém acabaram mais tarde por aceitar a proposta. Juntos então, partiram para Washington algum tempo depois, com esperança de fazerem os mortos morrerem, e fazerem os vivos terem o mundo de novo.

O QUE NOS TORNAMOS

Após a saída da fazenda de Hershel, Abraham acabou acertando Rick por acidente, confundindo-o com um zumbi. Em seguida, o policial aproveitou para dizer que o sargento já podia dormir, porque ele ficaria com aquele turno para vigilância do grupo.

Na manhã seguinte, Abraham conversou com Rick assim que este acordou. Naquele dia, o acampamento estabelecido pelo grupo fora brutalmente atacado pelos errantes, e o sargento acabou por ter um grande papel no salvamento e estabelecimento da segurança de todos ali presentes.

Naquela noite, quando o grupo encontrou Maggie cometendo suicídio, Abraham não hesitou em tentar dar o tiro de misericórdia na moça, mas foi impedido por Glenn, que não autorizou naquele momento, dizendo que ela poderia acordar. Com raiva, disparou contra o grupo, exclamando que ela poderia voltar e matar qualquer um deles a qualquer momento. Rick então, pegou a arma e apontou para a cabeça do sargento, dizendo que puxaria o gatilho caso o homem tentasse algo. Quando Maggie Greene acordou viva, Abraham ficou em choque e sem palavras diante do que poderia ter feito. Mais tarde, ele e Rick tiveram uma discussão, onde falaram sobre a naturalidade com que poderiam matar um ao outro caso servissem de ameaça mútua.

No dia seguinte, Abraham encontrou Rick sendo atacado por um zumbi, enquanto ele estava indo urinar. No início, hesitou em salvar o líder, mas pensou duas vezes, e salvou o pai de Carl, dando um sermão ao mesmo, dizendo que estava na hora de tomar mais cuidado. Mais tarde, quando encontrou Rosita, revelou à namorada sobre suas intenções para com Rick anteriormente, sendo que esta lembrou-o que ele não era um animal, de qualquer forma.

Em busca de armamento, Abraham, Rick e Carl fizeram uma viagem à Kentucky, onde o policial costumava viver anteriormente com sua família. Enquanto acampavam, foram surpreendidos por três bandidos, que tentaram estuprar Carl, fazendo com que Rick perdesse o controle e matasse um dos homens a mordidas. Neste momento, a única coisa que Abraham pôde fazer, fora proteger o pequeno Grimes das mãos dos assassinos.

Mais tarde, quando Carl dormiu, Abraham e Rick tiveram uma conversa íntima, onde o sargento acabou por contar a trágica história de sua família, sobre os estupros, e a brutalidade dos acontecimentos, fazendo com que o policial acreditasse de vez, no quão importante a chegada em Washington era importante para o homem ao seu lado. Em seguida, o líder Grimes acabou por confortar o homem, dizendo que tudo daria certo.

Quando chegaram em Cynthiana, Rick, Abraham e Carl acabaram por encontrar Morgan, que bateu em Rick sem reconhecê-lo. Abraham apontou a arma para o homem e mandou o mesmo ficar parado. Após se entenderem, buscaram armas no departamento de policia da cidade, e acabaram voltando.

Enquanto voltavam, na manhã seguinte, acabaram se deparando com uma grande horda de zumbis. Juntos, em um caminhão, os homens fugiram, em busca de refúgio e segurança. Ao reencontrarem o grupo, continuaram a viagem para Washington, em busca da cura.

TEMA OS CAÇADORES

Durante a viagem para Washington, Abraham e o grupo pararam para procurar suprimentos em uma van quebrada. Todavia, acabaram surpreendidos pelo assassinato inesperado de Billy pelo irmão, Ben. Abraham, após o incidente, sugeriu que matar o garoto fosse o melhor para a segurança de todos – o que fez Carl realizar o ato, naquela noite.

Após a morte de Ben, o grupo fora atacado por uma grande horda de zumbis, e naquele momento, o primeiro instinto de Abraham foi salvar o pequeno Carl. Mais tarde naquele dia, teve relações sexuais com Rosita, enquanto era bizarramente vigiado por Eugene.

No outro dia, quando Dale sumiu misteriosamente, ajudou o grupo a procurar o velho. Abraham começou a pensar que talvez ele tivesse ido embora, e por isso, não deveria ser procurado. Após isso, acabaram por conhecer o misterioso padre Gabriel, e se estabeleceu com o grupo na igreja do mesmo.

Quando Abraham e o grupo chegaram na igreja, eles imediatamente viram alguém vigiando eles do meio da floresta. Isso fez com que Rick e Andrea pensassem que o padre tinha algum envolvimento com o sumiço de Dale. Mais tarde, teve um grande desentendimento com Rick, devido às ações de ambos os homens e suas tentativas e visões de liderança de todo o grupo.

Após descobrir que Dale fora capturado por caçadores canibais, Abraham ajudou o grupo a matar brutalmente cada um dos integrantes do grupo inimigo. No dia seguinte, participou do funeral de Dale. Aproveitou também para pedir desculpas a Rick pelo ocorrido, mas o policial foi frio e disse que precisava de um tempo para se despedir do velho amigo.

CERCADOS PELOS VIVOS

Alguns dias depois da morte de Dale, Abraham e o grupo deixaram a igreja de Gabriel, e continuaram com a jornada até a cidade de Washington. Certo dia, quando Rick tentou usar o rádio de Eugene, o objeto acabou caindo e quebrando, revelando estar sem pilha. Neste momento, o dr. Porter acabou por admitir que na verdade não passava de um professor de química de ensino-médio. Decepcionadamente perturbado, Abraham partiu para a violência física contra Eugene, batendo no homem até este ficar inconsciente, enquanto dispara insultos sobre todos aqueles que morreram para que ele ficasse vivo até aquele momento.

No fim do dia, Abraham fora confrontado por Rick, que perguntou se ele ainda estava bravo com Eugene. Abraham, por sua vez, disse que não estava bravo com Eugene, mas consigo mesmo, por ter acreditado na mentira do homem, e ter sido indiretamente responsável por tantas mortes, só para fazer o homem ir até ali, e continuar representando aquela bizarra e esperançosa mentira. Enquanto conversavam, foram abordados por um homem estranho, Aaron, que perguntou se os dois não estariam interessados em irem até o seu acampamento.

Após aceitarem o pedido, Abraham e o grupo acabaram por encontrar o namorado de Aaron, Eric, no caminho até a comunidade. Ainda desconfiados, todos do grupo constantemente mostravam receio quanto à aparente perfeição da zona que o homem descrevia.

Ao chegar na Zona Segura, Abraham enxergou, após muito tempo, a normalidade do mundo de antigamente, e, dentro dos muros do local, se sentiu seguro após muito tempo. Após isso, atendeu a uma entrevista com o líder da comunidade, Douglas Monroe, que o encarregou de ajudar na liderança da equipe de construção de Alexandria.

Após receber sua função dentro da comunidade, Abraham participou por um tour no local, para conhecer melhor, e escolher a casa onde se estabeleceria. Mais tarde, avisou a Rick que todos deveriam dormir juntos na mesma casa, para prometer uma melhor segurança a todos no local. No dia seguinte, participou, juntamente ao grupo, de uma festa na casa do líder, Monroe, como forma de boas-vindas. Naquele momento, aproveitou para dizer que não tinha certeza se conseguiria se adaptar aos antigos moldes sociais novamente.

INDO LONGE DEMAIS

Logo cedo na manhã seguinte, Abraham convenceu a si mesmo de que não precisava ter medo de ficar fora dos muros novamente, porque já havia feito isso antes. No fim daquele dia, visitou ao arsenal de Alexandria, com o resto da equipe de construção. Pegou sua arma, e encheu o caminhão da equipe de suprimentos, deixando a comunidade um pouco depois.

Enquanto se preparava para a construção do reforçamento do muro, conversou com outro membro da equipe, Bruce, que disse que as pessoas menos inteligentes eram postas na equipe de construção, enquanto as mulheres eram postas nos melhores trabalhos da comunidade. Neste ponto, começou a sentir uma pequena atração por Holly, uma mulher ajudante do time de construtores.

Após salvar Holly do ataque de zumbis que abalou o local, a mulher o agradeceu, e o sargento respondeu a mesma que não era mais que sua obrigação salvá-la. Ainda naquela semana, em Alexandria, teve de confrontar os eventos envolvendo Rick Grimes e os Anderson.

SEM SAÍDA | REDESCOBERTAS

Quando a situação piorou com uma horda gigante de mortos vivos invadindo Alexandria, Abraham manteve fundamental importância no combate, principalmente quando as coisas saíram do controle ao Carl levar um tiro acidental no rosto, enquanto corria e lutava pela vida. Ainda, quase acabou matando Rosita, quando confundiu-a com um  dos zumbis.

Após o evento, Abraham foi visto ajudando na limpeza da Zona Segura, queimando os corpos. Glenn mostrou então, a devorada, e naquele momento reanimada, Jessie Anderson. Abraham mandou Glenn terminar com o sofrimento da mulher antes de Rick visse, mas o rapaz não correspondeu. Friamente, Abraham atirou na cabeça da mulher.

Após terminar a limpeza, Abraham voltou para casa e conversou com Rosita. Abraham perguntou o que havia acontecido, e ela disse que estava confusa com tudo que estava acontecendo, e sem hesitar, disse que sabia sobre o marido estar mantendo relações sexuais com Holly, deixando-o sem reação. Algumas horas depois, deixou o namorado para trás, e com raiva, foi ficar com Eugene.

Mais tarde, Abraham foi visitar Holly. Quando chegou, ela disse que já sabia que Rosita havia o deixado, e pergunou se podia se mudar para a casa do sargento. Abraham, por sua vez, disse que precisava de mais tempo para dizer adeus à Rosita. Holly ficou chateada, e indagou sobre o porquê dele ainda querer ficar com a ex-namorada. Sem reação, expressou que apenas estava com pena da ex, e que não voltaria com ela.

Mais tarde, Abraham encontrou Nicholas apontando uma arma para Glenn. Ele então avisou que Abraham deveria dar o fora dali juntamente com Rick e o resto do grupo, porque eles haviam arruinado toda a Zona Segura. Por sua vez, disse que ninguém sairia dali, e que ele deveria cooperar com os demais.

UM MUNDO MAIOR | ALGO A TEMER

Após tais eventos, Abraham participou com o grupo de uma busca de suprimentos, e também acabou por conhecer Paul Monroe “Jesus” e a colônia de Hilltop, além da proposta de um possível acordo entre Alexandria e outra comunidade.

Enquanto o grupo estava fora, Abraham fora confrontado sobre o desaparecimento de Carl por Maggie, respondendo que o garoto tinha capacidade de se proteger sozinho, e que ninguém ali precisava se preocupar, já que o mais provável era ele ter ido buscar suprimentos com o resto do grupo.

Abraham, mais tarde, vai até a casa de Eugene, e o questionou sobre o porquê de não ter ido mais à igreja. Eugene disse que estava muito ocupado, e que estava arrumando algumas outras coisas para a comunidade por enquanto. Ainda, questionou se Rosita se encontrava ali, e o cientista negou.

Na manhã seguinte, Rick informou ao sargento sobre Os Salvadores, e sobre o acordo feito com Hilltop. Depois disso, Abraham e Eugene partiram para uma viagem fora de Alexandria para buscar munição. Sem verem, foram emboscados por uma grande quantidade de membros do grupo de Negan.

Enquanto Abraham e Eugene conversavam sobre Rosita, o sargento foi pego por uma flechada de besta na cabeça por um membro d’Os Salvadores, Dwight. Após terminar de falar tudo que sentia naquele momento, acabou morrendo, e Eugene, sequestrado.

Mais tarde, seu corpo fora encontrado por Andrea e Rick devorado por zumbis. Rick, por sua vez, pegou o corpo do amigo e o levou de volta à Alexandria, onde fora enterrado, em um emocionante funeral.

VÍTIMAS:

Esta lista mostra as vítimas que Abraham Ford matou:

• Sua filha (zumbificada)
• Chris
• Theresa
• Albert
• David
• Greg
• Charlie
• Bruce (Por misericórdia)
• Jessie Anderson (Zumbificada)
• Um bandido sem nome
• Um “Catador” sem nome
• Nove pessoas sem nome
• Grande quantidade de zumbis

CURIOSIDADES

• A morte de Abraham não estava preparada para acontecer inicialmente. De acordo com Robert Kirkman, enquanto escrevia aquele momento com Eugene e Abe, era apenas para ocorrer um tiroteio. Entretanto, o pensamento de que a morte do personagem poderia transformar tudo em algo ainda maior, assim fez.
• Michael Cudlitz, intérprete de Abraham na versão televisiva de The Walking Dead, revelou que não gostaria que o personagem morresse na série como sua contraparte. De acordo com o ator, seria necessário algo que honrasse toda a essência do grande homem que ele foi.