Sobre o Autor

Carlos Knewitz

Carlos Knewitz

Apaixonado pelos quadrinhos de Kirkman desde 2008, teve preconceito com a série, a qual se rendeu só em 2012. Ama escrever, e é pela escrita que se expressa com mais clareza. Acadêmico de Direito e gaúcho.

Artigos Relacionados

  • Muita gente diz que a Carol não é uma amiga de verdade, que a Michonne é a boa consciência do Rick e a Carol o contrário…
    Gostei muito do que você falou, sou fã da Carol, acho que ela faz tudo para proteger o grupo, ela nao faz isso para destruir nada, nem para causar intrigas. Não gosto tanto da Michonne, porém respeito ela e a acho uma ótima amiga e muito fiel.

  • Carolsene

    A minha preferida é a Carol, porém eu adoro a Michonne, elas sem duvida são grandes personagens e não desejo a morte de nenhuma, alias eu as acho bem parecidas no quesito percas, pois as duas perderam toda sua família, ficaram deprimidas, mas logo se tornaram fortes e independentes. Vida longa a elas <3 Texto foda.

  • Maitê

    Parabéns pelo texto, muito bem escrito e estruturado, você fez uma excelente análise comportamental de duas magníficas mulheres do universo de TWD. Admiro ambas as atrizes e respeito muito seus personagens. Vejo Carol como uma sobrevivente já antes do apocalipse zumbi, ou seja, mulheres que sofreram abuso sempre são sobreviventes e a decisão de matar uma criança, mesmo sendo uma sociopata (Lizzie) define bem do que Carol é capaz para defender aqueles a quem ela ama. Carol é simplesmente maravilhosa. Já Michone e sua katana em ação são beleza pura. Adorava vê-la em ação na prisão. Pessoalmente, não gostaria de ver Rick formando um casal com Michone, porque não vejo nenhuma química sexual entre eles, apenas respeito, amizade. Acho que o comentário sobre a opinião da mãe do Andrew Lincoln é apenas para gerar notícia. Vejo da mesma forma a ligação de Carol e Daryl. E se der liga a união do Rick e da Jessie que ela não nos encha a paciência com aquela história do “discutir a relação” que era Rick/Lori.

  • Annie

    Acredito que Michonne e Carol são, ao mesmo tempo, aliadas e opostas. São personagens complexas, mulheres fortes e de pensamentos e atitudes extremistas. Tenho reparado nas mudanças que ambas têm sofrido (cada uma de sua forma.) e vejo que, enquanto Michonne se aproxima mais do grupo (sendo que antes ela tinha sua própria maneira de lidar com os conflitos) Carol se torna mais “pensante”, mais calculista, mesmo que em prol do grupo. Não descarto que num futuro próximo, Carol possa entrar em conflito até mesmo com Michonne, devido a essa mudança evidente. Ótimo texto!!!

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Oi, Annie! Tudo bem?
    Obrigadão por deixar sua opinião aqui.
    Eu acho que Carol não seria capaz de opor-se a ninguém. Ela tentaria convencer a todos que o seu lado é o melhor, mas no momento em que Rick decide, tanto Mich como Carol acatam suas ordens.

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Exato.
    Vou mais longe e digo que há uma amizade tão pura entre Daryl e Carol exatamente pelo fato de que desde antes do apocalipse os dois já haviam se habituado com a dor e sofrimento. Os outros realmente só perderam, mas tanto Carol como Daryl parecem ter se libertado das algemas do passado para serem quem são de verdade: os durões que são hoje.
    Obrigado, Maitê!

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Obrigadão, Carolsene!
    Realmente, as duas tem muito em comum. Compartilham histórias de dor, sofrimento e de vontade de encontrar o seu próprio eu.
    Que vivam o tanto puderem ao lado de Rick Grimes, dando-o todo o apoio necessário em todo o tempo.

  • Carlos Alfredo Knewitz

    O grande problema de Michonne é que ela não foi tão desenvolvida na série. A partir do final da quarta é que começamos a perceber ela abrir-se mais e apresentar-se, até então era uma “emburradona” como Sasha. Na HQ ela é totalmente aberta desde o início. Espero muito dela.
    Carol é Carol.

  • Maitê

    Adorei sua análise sobre Carol e Michone, mas não concordo com a do Daryl. Enquanto Rick estava surtando em Alexandria, Carol estava lá para manipulá-lo e Michone para controlá-lo, mas Daryl estava procurando o “chapeuzinho vermelho” na mata. Glen poderia ter sido a “escada” para a entrada triunfal de Mogan na última cena da 5ª temporada… Daryl perdeu muito daquelas características iniciais das três primeiras temporadas, hoje, ele está mais para um “zé-bonitinho” sobre aquela moto customizada, de casaco de couro e óculos ray-ban.

  • Camila

    Texto maravilhoso. Estava sendo uma constante aqui no site comentários que para elogiar uma das duas, acabavam tentando rebaixar a outra. A pouco tempo eu li um que dizia algo como “quem gosta da Carol que compare ela com Lori, Beth, Andrea e etc, por que Michonne é a melhor”. Nunca li tamanha bobagem. Acho Carol muito interessante, e não sou fã da Michonne, mas nem por isso vou diminuir a Michonne para tentar fazer Carol parecer mais legal.

    Não vejo necessidade de compará-las. Elas estão em momentos diferentes, Michonne está tentando reconstruir uma vida calma e Carol sofreu tanto ultimamente que está alerta para qualquer perigo e não acredita mais em uma vida comum, tranquila. Uma coisa que acho absurda é fãs que acham o Rick um herói e consideram Carol como vilã, sendo que eles são muito parecidos, como você disse, Carol é quase a versão feminina do Rick.
    As pessoas, especialmente as mulheres, deviam achar bom que a série apresente personagens femininas tão interessantes, independentes, fortes, e não ficarem disputando quem é a melhor.

  • Mauricio Nava

    Eu não tenho preferências por uma ou outra, tinha até mais pela Mich antes da Carol ser desenvolvida, mas hoje em dia, as duas ocupam o mesmo espaço na série … e realmente, esses fãnzocas são muito malas.

  • Ms. Lucille

    Cara, parabéns pelo texto. Não existe o “lado” da Carol e nem o “lado” da Michonne. Eu não entendo como pode ter gente que divide as coisas desse jeito, porque sinceramente, não faz o menor sentido. Carol não é o diabinho e Michonne não é o anjinho que ficam nos ombros do Rick dizendo o que ele tem que fazer, elas são apenas duas pessoas diferentes vivendo suas vidas da maneira que acham melhor. Cada uma, do seu jeito, faz o que acha certo, e elas são muito fodas por isso. Fala sério, gente… TWD não é Big Brother, então não vamos ficar criando esse mimimi de “lados”.

  • É realmente muito sem sentido como são feitos comentarios pejorativos entre fãs de uma personagem dirigidos a outra personagem por pura preferência. Personagens que as vezes não têm absolutamente nada a ver são comparados puramente por ignorância de alguns.
    Michone e Carol são bem parecidas, ambas são extremas. É verdade que Carol é mais ou menos um Rick feminino, Ela não é uma pessoa ruim e nem boa, ela apenas vai fazer de tudo por esta família, pronta para ir ao inferno se preciso. Apesar de Michone e Carol não dividirem muitas cenas não há muito sentido em vê-las como opostas, são apenas personagens com pensamentos minimamente diferentes.

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Orlando!
    Eu fico feliz que pode interpretar o texto e que, pelo jeito, tens a mesma opinião. Todos os personagens são importantes em algum ponto e sua ausência acarreta em grandes perdas para o grupo.

  • Carlos Alfredo Knewitz

    O pior de tudo é que há alguns que chegam a fazer “campanhas” para que personagens morram (foi assim com Shane, Lori, Andrea…). Bem verdade que há alguns personagens que acabam não sendo tão desenvolvidos e acabam ficando na série como elenco de apoio. Mas, reduzir a importância do personagem só por isso soa infantil.

  • Julia

    Eu tenho uma “carolzete” e uma “michonezete” dentro de mim, e as duas convivem muito bem e se amam. hahahahhaah
    Mania de colocarem as mulheres sempre como rivais. ¬¬
    É por isso que eu gosto de TWD, a série respeita e não subestima suas personagens femininas (ao contrário de outras séries por aí nem vou citar GOT…). Ao contrário, dá cada vez mais espaço pra que desenvolvam suas próprias histórias e interajam com outras mulheres.
    Eu quero mais cenas com as duas juntas!
    Alô, produção! Bora fazer umas cenas de ação com katanas e biscoitos!

  • Juliana Lindgri

    Nossa concordo com Tudo!!!
    Sou fã da série The Walking Dead, e quando digo fã da série, quero dizer fã de TUDO!
    Amo cada personagem em sua individualidade, até mesmo os vilões, sou apaixonada pela Michonne, ela é a minha personagem favorita em toda a série, depois dela vem o Rick – não importa se as atitudes dele não condizem com o retrato de moralidade que ele cobra, ele vive em um mundo completamente diferente de nós e não podemos julga-lo sobre seus atos como faríamos no mundo de hoje. – e os outros eu amo do mesmo jeitinho.
    Acompanho e torço pela Carol desde o episódio em que aquele trolha do Ed ficou cheio das gracinha enquanto as meninas lavavam roupa no rio. E assistir a ela crescer na série até se transformar na Carol metralha, nossa…foi perfeito!
    Não entendo e sinceramente não me interesso de qualquer forma pelas briguinhas que rolam entre estes “fãs”, acho que mesmo com uma possível morte de qualquer personagens todos são importantíssimos para a série, todos tem importância para o Rick. Isso ficou muito claro pra mim depois de tantas temporadas e acontecimentos.

    Até mesmo quando a Beth morreu, que eu gostava, ao invés de geral ficar chateado – porque, querendo ou não, toda morte é uma perda ruim em The Walking Dead – as pessoas ficaram se xingando, e era cada coisa baixa que só Jesus na causa.
    Devemos nos juntar, The Walking Dead é amor! kkkkkkkkkkkk

  • Juliana Lindgri

    Carlos acho o mesmo! Fico triste com toda a perda…
    Pra você ter noção, eu fiquei sofrida quando o Governador morreu…queria que ele mudasse! kkkkkk

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Ei Maitê, mas foi isso mesmo que quis dizer, Daryl está sem enredo, não encaixa mais nas histórias. Acabou ficando por ser um grande personagem para o marketing.

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Isso mesmo Juliana! Imagino o quão triste seria para os atores ver um mundo de gente torcendo por seu desaparecimento na série. Imagine, você faz aquilo com todo o carinho possível e por trás tem uma centena de gente hostilizando seu trabalho pelo simples fato de o personagem que você interpreta ocupar mais espaço do que o que eles gostam.

  • Carlos Alfredo Knewitz

    O lado feminino da série está ótimo. Tão pesado e badass quanto o masculino. Ouso dizer que chegará um momento em que os homens estarão ocupados com os cuidados com Judith enquanto as mulheres vão caçar a janta.

  • Julia

    Pois é, Carlos, acho que o único personagem masculino que realmente tem uma história interessante atualmente é o Glenn. Ele está ótimo! Talvez o Morgan traga uma história legal pro Rick, pq essa que tá se desenvolvendo tá bem ruim. ¬¬
    E eu nem vou falar do Daryl… Talvez o sequestro pelos Lobos renda uma história boa. =]

  • Julia

    Maitê, é melhor o Daryl ficar nessas do que ficar em Alexandria chafurdando a paciência e ocupando espaço de personagens bem mais interessantes do que ele… Mas, sim, ele é o “boy magia” oficial da série e não vai morrer tão cedo. Então, vamos deixá-lo do lado de fora laçando cavalos, pq da última vez que deram uma história pra este personagem, a Beth acabou morrendo… ¬¬

  • Carlos Alfredo Knewitz

    Eu acho que seria bacana até se eles dessem um tempo pra imagem do Daryl… sei lá, ele desaparecesse e ficasse fora por uma temporada todinha. Quando voltasse teria muita história pra contar.

  • Gustavo Pereira

    Excelente análise. De fato, as duas ainda não protagonizaram uma cena juntas, mas é algo que ainda pode ocorrer, e porque não ? São duas pessoas com visões completamente diferentes do mundo apocaliptico. Carol evoluiu, passando a ser fria, e Michonne, começou a ter mais afetividade depois que conheceu o grupo. Ambas trilharam caminhos diferentes. Daryl seguiu um caminho parecido com o de Michonne, de ter mais afeto e respeito por aquele grupo, que se transformará em sua família. Carol tem uma passagem na 4º temporada, explicando a Mika que ela não deve só correr, e sim saber lutar. Mika questiona a Carol se ela tinha uma filha, e Carol responde que sim, e depois diz que pra ela correr não foi o suficiente. Isso mostra o porque Carol saiu de um estado de vítima e indefesa e foi para a guerra. Esse é o mundo apocaliptico, e é o que ele faz com as pessoas. Se você não lutar, você morre. Rick disse isso, e todos eles sabem disso. Michonne já partilha da ideia de que o grupo o resgatou. No episódio em que eles saem até o trailer de Aaron, para constatar se o que ele diz é verdade, no caminho ela diz: Nós salvamos um padre, e uma louca com uma espada. Isso mostra bastante como que o grupo a ajudou a recuperar seu amor e afeto pelas pessoas, uma vez que ela tem uma nova família.

  • Alexandre

    Eu amo as duas! 🙂


2010-2017 | Walking Dead Brasil - Sua maior e melhor fonte brasileira sobre The Walking Dead.